Bom Jardim Notícias.com

Sinto uma tontura constante. O que pode ser?

Sinto uma tontura constante. O que pode ser?

Existem muitas causas para a tontura. A tontura constante pode ter origem em doenças da visão, doenças neurológicas, doenças do labirinto, traumas na cabeça, diabetes, uso de medicamentos, anemia, pressão baixa ou alta, entre tantas outras.

Dentre as doenças oculares que podem causar tontura estão a catarata, o glaucoma, a miopia e a hipermetropia. Algumas das doenças neurológicas que podem estar na origem das tonturas constantes são os derrames (AVC), Mal de Parkinson, Mal de Alzheimer e os tumores cerebrais.

diabetes pode causar tontura devido à perda da sensibilidade em pernas e pés, gerando desequilíbrio e tontura.

Os traumatismos cranianospodem causar lesões na região cerebral responsável pelo equilíbrio, causando tontura.

Há ainda medicamentos que podem afetar o equilíbrio e causar tontura, como Diazepam, Fernobarbital, Metoclopramida, entre outros.

Já as doenças do labirinto na realidade causam vertigem. Enquanto que a tontura caracteriza-se pela sensação de perda de equilíbrio e queda, como se a pessoa deixasse de sentir o chão, as vertigens dão a sensação de que tudo ao redor está girando ou inclinando. Neurite vestibular, doença de ménière e vertigem posicional paroxística benigna são algumas dessas doenças.

Na anemia, a tontura é causada pela falta de oxigênio no cérebro. A baixa quantidade de hemoglobina (proteína que se liga ao oxigênio para transportá-lo através do sangue) diminui a oxigenação cerebral, causando tontura.

Já a pressão arterial alta ou baixa pode interferir na irrigação sanguínea do cérebro ou labirinto, o que pode gerar tontura e desequilíbrio.

Uma vez que a tontura constante pode ser sintoma de doenças graves, é muito importante procurar um médico de família ou clínico geral para receber um diagnóstico adequado.

https://medicoresponde.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta