Bom Jardim Notícias.com

O Beijo na boca pode funcionar como vacina para evitar 5 doenças. Veja como isso possível

O Beijo na boca pode funcionar como vacina para evitar 5 doenças. Veja como isso possível

Até hoje, só se falou dos malefícios do beijo, como doenças que podemos desenvolver beijando na boca. Mas, o médico Silvio Boraks, especialista em estomatologia, área que foca nos problemas bucais, afirma que em alguns casos o beijo funciona como uma vacina e seus benefícios devem ser explorados.

Cada gota de saliva possui mais de dois bilhões de bactérias diferentes que durante um beijo passem de uma boca para outra, o que provoca o desenvolvimento de diversos anticorpos. “A boca é a porta de entrada do organismo e, por isso, tem um sistema de proteção eficiente, no qual a saliva atua com predominância, através da mucina – que dá viscosidade e protege a mucosa bucal; da ptialina – que inicia o processo de digestão; e das imunoglobulinas – elementos de defesa do organismo“, explica Dr. Silvio Boraks.

Além disso, segundo o dentista e patologista Pantelis Varvakis Rados, consultor científico da Associação Brasileira de Odontologia, “A boca é uma espécie de ecossistema e um ecossistema fechado. Todas as áreas já têm suas bactérias próprias e é muito difícil que um microorganismo de fora assuma o lugar de um local”.

Boraks garante que contrário do que muita gente acredita, beijar não transmite doenças como herpes ou sapinho. “O herpes é transmitido por um vírus que, em geral, se adquire ainda nos primeiros anos de vida. Cerca de 85% a 90% da população mundial o possui de forma latente.  E o sapinho é um fungo natural do ser humano, presente na flora bucal de todos. Ambos só eclodem quando há uma baixa na imunidade, e não pelo contato físico”, afirma.

Attachment-1-8

Denise Knowles, uma terapeuta e sexóloga britânica, afirma que beijar pode ser uma das maneiras para combater a depressão. Embora nos casos de depressão clínica, o acompanhamento médico e a medicação não possam ser dispensados e o beijo pode ser uma maneira fácil e rápida de obter um pouco de bem-estar a curto prazo. Isso porque beijar, como qualquer atividade física, ativa a liberação de endorfinas no cérebro, substância ligada às sensações de prazer.

Segundo os especialistas, o beijo pode evitar a gripesarampohepatite Acaxumba e mononucleose infecciosa.

Fonte: bolsademulher/g1.globo    Imagens:  Reprodução/poracaso/ twitter

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta