Bom Jardim Notícias.com

20 Curiosidades Sobre O Povo Maia

20 Curiosidades Sobre O Povo Maia

Você já deve ter ouvido falar do povo maia e das suas grandiosas conquistas, mas provavelmente eles entraram na mente da maioria das pessoas quando lançaram o filme 2012, onde falava que segundo o calendario maia, o mundo iria acabar, se você está lendo esse artigo já sabe que não acabou, então aproveite e conheça 20 curiosidades sobre o povo maia que provavelmente você não sabia.

20 Curiosidades sobre o povo maia
20 Curiosidades sobre o povo maia

Curiosidades sobre o povo maia

  1. Apesar de sua civilização ter declinado e ter sido conquistada, em muitas partes rurais do México e da Guatemala a língua e cultura maia persevera.
  2. De fato, há cerca de 7 milhões de maias ainda vivendo na Península de Yucatán e ao seu redor.
  3. Alguns linguistas acreditam que a palavra “tubarão” era originalmente uma palavra maia.
  4. Os maias pré-colombianos muitas vezes procuraram “melhorar” as características físicas de seus filhos. As mães pressionavam tábuas na testa de seus filhos de modo que ficassem mais planas (principalmente na classe alta).
  5. Os objetos também eram muitas vezes pendurados na frente dos olhos de um bebê até que o bebê estivesse com os olhos cruzados, que era outro traço desejável encontrado na nobreza.
  6. As crianças eram nomeadas de acordo com o dia em que nasciam.
  7. A medicina maia estava bastante avançada. Eles suturaram feridas usando cabelos humanos e até fizeram próteses.
  8. Alguns maias hoje ainda praticam sacrifícios de sangue. Não se preocupe, porém, o sacrifício humano já não é praticado … apenas frangos
  9. Os Maias usavam analgésicos adquiridos de seu ambiente natural em ambos os rituais religiosos (como drogas alucinógenas) e na medicina (como anestésicos).
  10. Assim como os astecas, os maias eram jogadores ávidos do “Mesoamerican Ballgame”. Tribunais foram encontrados em todas as grandes cidades e muitas vezes era associado com decapitação e sacrifício, possivelmente da equipe perdedora.
  11. Uma versão moderna chamada “Ulama” ainda é jogada nos dias de hoje, mas mais uma vez a decapitação, obviamente, não faz mais parte do jogo.
  12. Saunas e banhos de suor desempenharam um papel enorme na cultura maia. Eles acreditavam que as saunas os ajudavam a aliviar as impurezas
  13. Embora o povo maia viva hoje, o último Estado autogoverno maia foi submetido à regra espanhola em 1697.
  14. As ruínas e pirâmides que você sempre vê em imagens são provavelmente as de Chichen Itza, uma das maiores cidades maias. Ele foi recentemente comprada pelo governo de um proprietário privado.
  15. Prisioneiros, escravos e outros eram preparados para o sacrifício sendo pintados de azul e às vezes torturados. Eles eram então levados até o topo de uma das pirâmides. Lá eles eram atinjidos com um salva de flechas ou eles tinham seu coração ainda batendo cortado de seu peito por um sacerdote do templo. Às vezes, os sacerdotes auxiliares esfolavam a vítima e o sacerdote-chefe vestia a pele e fazia uma dança ritual.
  16. Contrariamente à crença popular, os maias não tinham apenas um calendário e nenhum dos seus calendários previa que o mundo acabaria em 2012. Eles tinham três calendários que funcionam em ciclos. Um deles, o Haab, tem um ciclo de 365 dias, assim como o moderno calendário gregoriano. O calendário da contagem longa calcula aproximadamente cada 2.880.000 dias e acabava seu ciclo em 2012. Isto conduziu às profecias do dia do juízo final.
  17. Os maias possuíam um dos mais avançados sistemas de escrita de qualquer civilização antiga e escreveram sobre quase tudo o que podiam encontrar, incluindo seus edifícios.
  18. Infelizmente, muitos dos seus escritos foram perdidos durante a conquista espanhola. Através do estudo laborioso durante os séculos 20 e 21 muitos de seus escritos restantes foram recuperados e traduzidos.
  19. Como os astecas, os maias nunca usavam ferro ou aço. Suas armas eram feitas de obsidiana, ou rocha vulcânica.
  20. Ninguém sabe como o império maia declinou. Muito antes de os espanhóis chegarem, muitas das grandes cidades já estavam há muito tempo abandonadas e estavam em ruínas. Estudiosos têm hipóteses que vão desde a seca e fome à superpopulação e alterações climáticas.

http://www.listadecuriosidades.com.br/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta