Bom Jardim Notícias.com

Angiologista explica porque um “chupão” no pescoço pode matar

Angiologista explica porque um “chupão” no pescoço pode matar

Muito comum entre os jovens e adolescentes, o chupão é uma marca ou uma mancha roxa temporária na pele, ou seja, um hematoma deixado após um beijo ou mordida acompanhado de sucção. Dependendo da força colocada nesta sucção, pode haver o rompimento de minúsculos que irrigam a superfície da pele.

Estes hematomas são, na verdade coágulos que, por fora, aparece roxinho. É um processo natural do organismo e ajudam a parar sangramentos.

AFINAL, MATA OU NÃO MATA?

Isso pode parecer bizarro para você, mas segundo o angiologista Dr. Francesco Botelho, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Circulação Vascular, um “chupão” pode mesmo matar. Mas, ele explica que é preciso que a sucção seja aplicada com bastante (muita mesmo!) força.

Segundo o médico, se sucção for realmente “caprichada”,  a lesão pode afetar a artéria carótida, que passa no pescoço e é responsável por levar sangue ao cérebro. Essa lesão provoca trombose aguda e a pessoa pode ter um AVC [acidente vascular cerebral] e vir a morrer.

Explicando melhor, quando os coágulos formados para suspender o sangramento não se posicionam na parede do vaso danificado, mas no seu interior, o que pode levar a uma obstrução. Essa situação pode gerar problemas como trombose e embolia.

Recomendamos a leitura do texto “Mulher sofre paralisia no braço depois de o namorado dar um ‘chupão’ em cima de artéria no seu pescoço”, um caso verídico. Caso você esteja agraciado com essa manchinha deixada por alguém, recomendamos a leitura do texto “Aprenda a remover chupão no pescoço”.

MEGACURIOSO / REVISTAENCONTRO

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta