Bom Jardim Notícias.com

Plantas tóxicas e venenosas e que não devem ser usadas em chás

Plantas tóxicas e venenosas e que não devem ser usadas em chás

São inúmeras as plantas que existem na natureza, algumas ainda se quer foram estudadas. Mas, entre as espécies que já passaram por experimentos há dois tipos: de um lado as que possuem propriedades benéficas e do outro as ervas tóxicas ao organismo.

Estas últimas são perigosas não só para os seres humanos, mas também para animais de estimação. Por esta razão, além de não fazer uso dessas plantas para o preparo de chás, cataplasma etc., é importante ter atenção ainda quando elas são utilizadas como decoração de ambientes.

Toxidade das plantas e suas reações no organismo

Algumas plantas não devem ser usadas para compor chás por conterem substâncias venenosas

A comigo-ninguém-pode é um exemplo de planta tóxica, imprópria para consumo (Foto: depositphotos)

1. Comigo-ninguém-pode

O nome já revela o quão tóxica é essa planta, mas mesmo assim é utilizada na decoração de ambientes. Quando consumida, a comigo-ninguém-pode provoca ardor na boca, na garganta, dores, inflamação, vômito e perda temporária da voz. Além disso, pode ocorrer obstrução dos canais respiratórios e até morte por asfixia.

2. Ervilha do rosário

Apenas três gramas. Esta é a quantidade necessária de ervilha do rosário para causar a morte de qualquer indivíduo, de acordo com alguns estudiosos. A planta possui ácido abricó, um veneno que pode ser mortal até mesmo se ingerido em poucas quantidades. Em situações menos graves, a vítima pode apresentar febre, náuseas, dificuldade na respiração, falência de rins, fígado, baço e presença de líquidos no pulmões.

3. Copo de leite

Por conter oxalato de cálcio, o copo de leite é considerado uma planta com propriedades negativas para o organismo. O consumo desta planta pode causar edemas na boca e língua. Além desses sinais, há ainda vômito, salivação abundante, diarreia, náuseas, dificuldade de engolir, irritação ou lesão na córnea e até mesmo asfixia.

4. Figueira infernal

Apesar da beleza que tem a flor da figueira infernal, ela é considerada altamente tóxica ao organismo, devido a uma substância chamada de ricina. Se consumida pode provocar hemorragia interna, náuseas, vômitos e insuficiência renal. Em casos mais graves, este arbusto nativo da África pode causar a morte da vítima.

https://www.chabeneficios.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta