Bom Jardim Notícias.com

Ano novo: saiba o que vai bombar no mundo fitness em 2018

Ano novo: saiba o que vai bombar no mundo fitness em 2018

Pesquisa mostra quais modalidades estão em alta entre o público e nós explicamos o porquê

Sai ano entra ano e novas modalidades fitness pipocam como o novo hit da vez. Mas, infelizmente, novidade não significa qualidade e, muitas vezes, a maneira como você leva o treino e até mesmo atualizações de aulas que você ama são apostas bem mais certeiras para obter sucesso na #atitudeboaforma.

Foi isso o que mostrou a Worldwilde Survey of Fitness Trends for 2018: The CREP Edition. Todo ano, a pesquisa americana ouve o público para saber quais exercícios as pessoas estão procurando incluir na rotina. Para 2018, ficou claro que eficiência e bem-estar foram levados em conta – muito mais do que modismos.

Confira os destaques do levantamento:

HIIT

O treino intervalado de alta intensidade (HIIT) aparece como a primeira tendência fitness de 2018 e acumula uma legião de fãs pela sua alta eficácia em resultados. A galera sem tempo também é adepta, já que em meia horinha você consegue cumprir a meta diária. “O HIIT costuma ser voltado ao emagrecimento”, explica Eduardo Netto, diretor técnico do grupo Bodytech. “Mas, agora, a modalidade vem atraindo também quem quer buscar resultados na saúde: obesos, diabéticos e indivíduos com problema de colesterol.”

Esses problemas costumam acometer os sedentários,  que têm mais chance de criar laços com um treino de 15 minutos, do que um que dura 50. Faz sentido, né? A única ressalva de Eduardo é o comprometimento. “O HIIT é um treino sofrido, o efeito é imediato – se você busca diminuir a glicemia e fizer a medição pré e pós-treino, vai perceber”, destaca o especialista. “Mas para que ele perdure, é preciso praticá-lo com frequência. Os resultados a longo prazo vão começar a se fixar no seu corpo a partir da oitava semana de treino”, analisa. Moral da história: tem que estar preparado para aguentar o tranco e não abandonar já nos primeiros sinais de melhora.

Treino em turma

O brasileiro adora se exercitar com uma galera, mas com o boom de academias boutiques e estúdios fitness isso vem se tornando uma tendência mundial – pulando do sexto lugar em 2017 no ranking americano para o segundo em 2018. “Virou um costume da geração millennial. Eles gastam um pouco mais de dinheiro, mas fazem da hora do exercício um momento de socialização no seu dia”, comenta Eduardo. Esses espaços personalizados unem pessoas com o mesmo interesse numa atividade – diferentemente de academias tradicionais – e acabam trazendo um conceito de “tribo” que é aclamado pelos jovens. Sem contar que o serviço costuma ser de ponta.

Personal em grupo

Como toda moda, os treinos especializados são caros. Dá para entender, já que as academias boutiques contam com toda uma estrutura de lanchonete saudável, vestiário equipado, aparelhagem de ponta… Essa não é sua vibe? Experimente o treino personal em grupo, que atende quem não faz questão desses detalhes e ainda quer fazer uma aula com outras pessoas.

É simples: você contrata um profissional da sua modalidade favorita e chama sua galera. O preço você acerta diretamente com o professor. A alternativa, que nunca havia aparecido no top 20 da pesquisa, ficou em 13º para 2018. Também funciona se você se incomoda em dividir uma aula com 20 alunos mas não tem dinheiro para pagar um personal trainer sozinha.

Ioga

Pegando carona na onda dos estúdios, a ioga volta aos holofotes. “Hoje em dia, é possível atender a todos os públicos: tanto aqueles que buscam aproveitar o lado zen da atividade e frequentam uma aula mais tradicional como quem procura um exercício para queimar, no estilo da hot yoga, por exemplo”, diz Eduardo. A modalidade se expandiu em diversas ramificações, mas ainda tem, na sua essência, o bem-estar do corpo em primeiro lugar. E esse pensamento é a tendência principal a se seguir em 2018, 2019, 2020…

Fonte: http://professorjosecosta.blogspot.com.br/2013/04/exercicios-fisicos-sao-chave-para.html – Por Julia Carneiro – Milkos/Thinkstock/Getty Images

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta