Bom Jardim Notícias.com

O que aconteceria se todos os humanos do mundo se tornassem vegetarianos? Estudo publicado na Science responde

O que aconteceria se todos os humanos do mundo se tornassem vegetarianos? Estudo publicado na Science responde

Enquanto a maioria dos humanos a um bife suculento, outros simplesmente não suportam a ideia de matar animais para comer. Na verdade, existem diversas razões pelo qual os seres humanos se tornam vegetarianos. Algumas pensam que optar por essa dieta é uma maneira mais saudável de viver, outras realmente se dizem contrárias ao sofrimento dos animais.

Por mais que diversos estudos indiquem que a proteína animal contida na carne é uma fonte essencial de nutrientes, parece que o jogo virou. Uma nova pesquisa publicada na Science parece ter comprovado que deixar de comer carne trás benefícios para a saúde e para o planeta.

A pesquisa foi liderada pela especialista em ciências animais, Robin White da Universidade Estadual da Virgínia. Ela e seus colaboradores avaliaram o que aconteceria se, do dia para a noite, todos os seres humanos parassem de consumir qualquer tipo de produto derivado de animais. As consequências poderiam ser dramáticas para bilhões de pessoas.

IMPACTO NAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS

A pesquisa, está longe de ser coisa “ecochato”. Para ser mais claro, gasta-se 25 quilos de ração para os animais, 25 m² de terra e 220 litros de água, para fabricar 4 hambúrgueres.

Assim apesar da criação animal ser responsável por 49% das emissões da agricultura dos EUA, os pesquisadores acreditam que a eliminação dos rebanhos provocaria uma redução de apenas 28% das emissões: passaria de 623 milhões de toneladas de CO2 emitidas por ano para 446 milhões. Isso só nos Estados Unidos.

SIMULAÇÃO COMPUTADORIZADA

O pesquisador no programa Future of Food  de Oxford Marco Springmann, construiu modelos computadorizados simulando as consequências de nos tornarmos vegetarianos até 2050. Os resultados são impactantes. Se eliminássemos de vez o consumo apenas da carne vermelha da dieta, as emissões de gases cairiam 60%. E se todos se tornassem veganos, ou seja, não consumir nenhum produto de origem animal – a queda seria de 70%.

MAIS IMPACTOS POSITIVOS

Não somente a emissão de gases seria potencialmente reduzida. Os estudos mostraram que se todos nós virássemos vegetarianos, seria dedicado 80% dos pastos ao reflorestamento. Isso garantiria um aumento na absorção de carbono e aliviaria as consequências do efeito estufa.

Provavelmente, os outros 20% de pastos restantes, poderiam ser usados para o cultivo de mais alimentos. Isso compensaria as falhas causadas pela falta da carne na alimentação da nossa espécie.

Além disso, segundo o modelo computadorizado, veríamos uma redução na mortalidade humana de 6% a 10%. Isso, graças a uma menor incidência de doenças cardíacas, diabetes, derrames e alguns tipos de câncer.

Quem concorda em desistir da carne para salvar o planeta, levanta a mão!

BBC / REVISTAGALILEU

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta