Bom Jardim Notícias.com

Escolas públicas de PE vão estender carga horária e ganhar novas disciplinas

Escolas públicas de PE vão estender carga horária e ganhar novas disciplinas

Vinte escolas vão receber as mudanças baseadas na lei do Novo Ensino Médio neste ano, e até 2022, o Estado pretende ampliar para todas as 770 escolas da rede

Até 2022, todas as escolas de ensino médio da rede estadual receberão as medidas / Arquivo/JC Imagem
Até 2022, todas as escolas de ensino médio da rede estadual receberão as medidas
Arquivo/JC Imagem
Da Editoria de Cidades

Baseando-se nas diretrizes propostas pela Lei do Novo Ensino Médio, sancionada em fevereiro do ano passado, 20 escolas da Região Metropolitana do Recife que integram a rede estadual de ensino terão a carga horária ampliada e inserção de disciplinas eletivas no currículo. Com isso, as aulas, que antes eram cinco por dia, passarão a ser seis, aumentando de 800 para 1000 horas aula anuais. As mudanças passam a valer no início do ano letivo, em fevereiro, e contemplarão cerca de 4.448 estudantes do 1º ano do ensino médio, dos turnos da manhã e da tarde.

As disciplinas eletivas serão estabelecidas pelas escolas, com a aprovação da Secretaria de Educação, e terão temas como Gestão Ambiental, Mídias e Tecnologia e Cultura Popular, entre outros. Os estudantes poderão se inscrever em duas por ano letivo, sendo uma no primeiro semestre e outra no segundo. Além disso, os alunos terão acesso a reforço nas matérias de Português e Matemática.

“Pela lei, eu poderia estar incluindo mais matemática, mais física, mais química. Mas nós achamos que é muito importante ampliar um pouco a formação do estudante com outras atividades, pois torna a escola mais interessante e acreditamos que vai ser algo que atrairá muito eles para a unidade de ensino”, explica o secretário de Educação do Estado, Fred Amâncio.

O Estado tem até 2022 para adequar todas as 770 escolas nesse novo modelo de ensino. Inicialmente, não serão contratados novos professores para lecionar as disciplinas eletivas. “Mas ao longo da implantação, pode ser que seja necessário essa contratação. Vamos avaliar”, destacou.

Confira as escolas que serão contempladas com as mudanças

Abreu e Lima

Escola Stela Maria dos Santos P Barros – Av. Manjope, 200 – Timbó

Olinda

Escola Compositor Antônio Maria – Av. Acácias – Rio Doce

Escola Tabajara – Av. Tabajara, 149 – Tabajara

Paulista

Escola Custódio Pessoa – Av. Lindolfo Collor, S/N – Paratibe

Escola Presidente Castelo Branco – Av. João Paulo II – Mirueira

Cabo de Santo Agostinho

Escola Desembargador Antônio da Silva Guimarães – Av. Ernestina Batista, s/n – Pontezinha

Camaragibe

Escola Vale das Pedreiras – Rua Pérola, 1 – Vale das Pedreiras

Jaboatão dos Guararapes

Escola Henriqueta de Oliveira – Estrada da Luz, s/n – Santo Aleixo

Escola Pedro Barros Filho – Rua Rossini Roosevelt de Albuquerque – Piedade

Escola Zequinha Barreto -Rua João Fragoso de Medeiros

Recife

Escola Governador Barbosa Lima -Av. Agamenon Magalhães, s/n

Escola Liceu de Artes e Ofícios – Av. Oliveira Lima, 824 – Boa Vista

Escola Luiz Delgado – Rua do Hospício, 875 – Boa Vista

Escola Rosa de Magalhães Melo – Av. Aníbal Benévolo, 1378 – Água Fria

Escola Sylvio Rabello – Av. Mário Melo, s/n, Santo Amaro

Escola Assis Chateaubriand – Rua Francisco Valpassos, s/n – Brasília Teimosa

Escola José Mariano – Av. Dr. José Rufino, 892 – Estância

Escola Manoel Borba – Rua Alm. Nelsom Fernandes, S/N – Boa Viagem

Escola Presidente Humberto Castelo Branco – Av. Dr. José Rufino, 2993 – Tejipió

Escola Professor Leal de Barros Rua Antônio Borges Uchôa, s/n

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.