Bom Jardim Notícias.com

Por que as estátuas gregas têm genitais pequenos?

Por que as estátuas gregas têm genitais pequenos?

Aposto que você nunca parou para pensar nisso. Mas, observando algumas estátuas gregas, como o famoso Davi de Michelangelo, tem um “algo menos”. Na Grécia Antiga, os nus clássicos buscavam demonstrar características anatômicas ideais.

Misteriosamente para muitos, as obras clássicas da época mostram homens másculos, de corpo definido, mas com o genital reduzido. A explicação para esse padrão, foi dada pelo historiador de Harvard, Professor Andrew Lear.

O professor explicou que este era o tamanho associado ao macho-alfa. Os Gregos associavam o homem ideal àquelas figuras de genitais pequenos e flácidos. Muito diferente do que consideramos hoje. Uma coisa que poucas pessoas conhecem é que na Grécia Antiga, existe um contraste entre o genital masculino pequeno e flácido representado por heróis, deuses e atletas e os genitais maiores das criaturas místicas e homens com vícios e doenças.

O homem ideal Grego era racional, intelectual e autoritário. Ele podia ser sexualmente ativo, mas isto não se relacionava com o tamanho do seu genital“, diz. Segundo Andrew essa ideia de que a masculinidade está fortemente relacionada a satisfação sexual e genital grande é totalmente contemporânea. Antes, sobretudo na Grécia Antiga, o homem ideal, nada tinha a ver com satisfação sexual. Não havia exibicionismo do genital.

Assim, os genitais dessas estátuas são pequeníssimos porque há critérios estético da arte grega. Um genital grande (ou simplesmente de dimensões normais), não era considerado elegante, mas sim algo desprezível. Os escravos, estrangeiros e monstros em corpo de homem eram representados com os genitais proporcionalmente normais ou enormes.

www.http://diariodebiologia.com

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta