Bom Jardim Notícias.com

Coma alcoólico: quando a pessoa bebe além dos limites do corpo. Saiba como reconhecer e o que fazer nesses casos

Coma alcoólico: quando a pessoa bebe além dos limites do corpo. Saiba como reconhecer e o que fazer nesses casos

Muitas pessoas não sabem, mas para estar em coma alcoólico não é necessário estar inconsciente. Considera-se coma alcoólico quando a pessoa ultrapassa os limites de álcool no sangue deixando o corpo no limite. Se não for atendido rapidamente, pode ser fatal. Por isso, é considerado um estado grave de saúde e é preciso saber o que fazer.

O hepatologista Rogério Alves, do Hospital da Beneficência Portuguesa de São Paulo explicou que entre outras substâncias, o fígado é o responsável por metabolizar o álcool e transformá-lo em glicose, o “combustível” que faz as células funcionarem. Assim quando a pessoa ingere muito álcool, o fígado perde a capacidade de sintetizar a substância e metabolizar a glicose, o que leva a uma intoxicação aguda de álcool no organismo e, consequentemente, ao coma alcoólico.

O cérebro é o primeiro órgão a sentir os efeitos da intoxicação. Isso porque, o cérebro precisa de muita glicose para trabalhar e como o fígado perde a capacidade de sintetizar essa substância, falta glicose no cérebro. Segundo a Dra. Marta Deguti, também hepatologista, um homem adulto saudável precisa de uma hora para metabolizar uma dose de álcool. Já as mulheres, precisam do dobro do tempo.

Ao mesmo tempo que pequenas doses de bebidas alcoólicas causam desinibição e euforia. As altas doses têm efeito inverso. A pessoa fica sonolenta, inativa. Se ela continuar ingerindo álcool, acabará tendo uma depressão profunda no sistema nervoso central, o que pode causar uma parada cardíaca e respiratória.

QUANDO PODE SER COMA ALCOÓLICO

Quando ocorre a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas e tóxicas para o organismo, podem surgir sintomas como: Desmaio ou perda de consciência; Sonolência excessiva; Dificuldade em articular palavras ou frases; Vomito; Dificuldade em andar reto e se manter de pé.

O QUE FAZER

Quem está junto a pessoa que exagerou na bebida precisa ficar de olho na frequência respiratória. Se a respiração diminuir muito, tem que levar para o hospital imediatamente. Um indivíduo que está entrando em coma alcoólico tem dificuldades para respirar, por isso, é preciso que haja um suporte respiratório adequado no momento do socorro.

Quando o coma alcoólico se instala, somente um serviço médico conseguirá manter a respiração e a taxa de glicose, até que o fígado consiga limpar o organismo. “Não adianta ficar dando açúcar, nem café, tem que levar para o hospital“, disse Dra. Marta.

Até que a pessoa seja levada ao hospital ou que aguarde a chegada do SAMU, deve-se mante-la deitada de lado, na chamada posição lateral de segurança para evitar possíveis sufocamentos com vômito. A roupa e acessórios devem ser afrouxados.

TUASAUDE  / NOTICIAS.UOL

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta