Bom Jardim Notícias.com

Como as mulheres devem fazer higiene íntima após terem relações, de acordo com ginecologista

Como as mulheres devem fazer higiene íntima após terem relações, de acordo com ginecologista

Muitas mulheres desconhecem que, após o contato íntimo, é necessário dar uma atenção especial à higiene íntima. Saber se limpar direito após uma relação é indispensável, segundo especialistas. Isso porque, o pH da região íntima pode sofrer alterações ao entrar em contato com os fluídos seminais do parceiro. Essa mudança pode causar proliferação nociva das bactérias presentes na flora genital.

De acordo com a Ginecologista Dra. Sheila Sedicias, logo após o contato íntimo, é recomendado que a mulher tente urinar. Esse hábito servirá para afastar os riscos de infecções urinárias. Em seguida, a área genital externa deve ser abundantemente lavada com água e um pouco de espuma de sabonete íntimo.

O enxague deve ser com bastante água, pois muitas vezes, por falta de lubrificação, as mulheres terminam o ato com pequenas fissurinhasna entrada da do canal genital. Nesses casos, o ideal é lavar a região e enxaguar bem para que os resquícios de sabonete não piorem mais a irritação. Se possível, a calcinha deve ser trocada.

NO MOTEL

Caso o encontro aconteça no motel, o procedimento precisa ser revisto, mas sem muitas neuras! Após terminar o ato e urinar, lave abundantemente com água apenas a região externa genital. Os sabonetes de motel não são indicados para higiene íntima feminina. Nestes casos é melhor usar apenas água em abundância. É bem possível que a mulher não tenha consigo uma calcinha limpa, então a dica é cuidar para que na bolsa tenha um protetor diário limpinho para usar junto com a calcinha.

Lembrando que os motéis são locais em que outras pessoas desconhecidas usaram com propósitos sexuais. Então, sua higiene após o ato deve ser feita conforme acima. Em casa, é bom que seja reforçada com um bom sabonete íntimo. Neste dia, se puder dormir sem calcinha, será ótimo!

LUBRIFICANTES

As mulheres que fazem uso de lubrificantes, devem evitar os que são à base de óleo ou de silicone. Esses dificultam a higiene íntima, promovendo a proliferação de fungos e de outros micro-organismos. Além disso, não saem facilmente com água, o que também pode prejudicar a flora vaginal.

www.http://diariodebiologia.com

 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.