Bom Jardim Notícias.com

Chá de Folha-da-fortuna possui propriedades anti-inflamatórias, cicatrizantes e várias outras. Conheça agora seus princípios, benefícios e recomendações para aproveitar o melhor da bebida!

 A planta é conhecida por sua ação sobre doenças de pele que provocam danos às células. Infecções são o ponto forte do Chá de Folha-da-fortuna, especialmente entre as populações indígenas e ribeirinhas, que recorrem a ele há centenas de anos.

As principais propriedades da planta Folha-da-fortuna são: antiviral, anti-inflamatórias, antifúngicas, emolientes, cicatrizantes e antimicrobiana.

Os bioativos da Folha-da-fortuna têm atraído o interesse dos cientistas cada vez mais. O motivo: a planta fornece estrutura similar à de duas substâncias (digoxina e digitoxina) utilizadas em tratamentos clínicos da doença cardíaca congestiva.

Pertencente à família das Crassulaceae, a Folha-da-fortuna é originária da África, mas pode ser encontrada em diversos outros locais, uma vez que é muito resistente à pouca umidade.

Na medicina natural, são utilizadas as folhas frescas dessa espécie que é capaz de chegar a até 1,5 m de altura. É um vegetal de caule claro e demais partes em tons avermelhados, com flores tubulosas e hermafroditas de cor verde pálida ou amarelo avermelhado.

Seu nome científico é Kalanchoe pinnata. Popularmente, é chamada de folha-da-costa, para tudo, planta do amor, amor verde, saião, coirama, roda-da-fortuna, coirama brava, erva-da-costa, flores da fortuna etc.

Veja a seguir uma pequena lista dos principais benefícios e indicações do Chá de Folha-da-fortuna:

  • Aliviar bronquite, coqueluche, asma e várias outras infecções no trato respiratório
  • Auxiliar no tratamento de queimaduras, cortes e contusões
  • Ajudar a combater dermatites, furúnculos e dermatoses
  • Servir de coadjuvante em quadros de acne e calos
  • Reduzir o desconforto durante catapora e coceiras sem razão aparente
  • Favorecer o tratamento de males estomacais, tais como azia, gastrite e úlcera
  • Agir em dores de ouvido, dente e cabeça, incluindo enxaqueca
  • Atuar na diminuição de cólicas e distúrbios menstruais
  • Minimizar ou expulsar cálculos renais
  • Equilibrar a diabetes
  • Combater inflamações em geral
  • Abaixar febre
  • Epilepsia
  • Infecções oculares e conjuntivite
  • Gases
  • Distúrbios no sistema linfático
  • Artrite
  • Uretrite
  • Insuficiência renal
  • Prisão de ventre
  • Pé de atleta
  • Tosse intermitente
  • Nervosismo, ansiedade e depressão
  • Nefrite
  • Náuseas
  • Diarreia

Mas por que será que o Chá de Folha-da-fortuna é indicado para tantos problemas, doenças e desconfortos? Acredita-se que é devido a sua composição na qual são encontrados princípios ativos como: flavonoides, alcaloides, sais minerais, taninos, mucilagens, glicosídios, esteroides, lipídios, ácidos gástricos e triterpenos.

Atenção: é fundamental o acompanhamento especializado, a supervisão profissional de um naturopata ou fitoterapeuta ao administrar ervas. As plantas medicinais podem ter contraindicações, efeitos colaterais e interações medicamentosas.

O conteúdo deste post tem função de informar. Apenas um médico pode decidir o que é melhor para cada pessoa e prescrever tratamentos de acordo com a situação específica.

Chá de Folha-da-fortuna: preparo, recomendações e contraindicações

Para males internos como cálculos renais e inchaço nas pernas, em geral, o chá diurético de Folha-da-fortuna pode ser preparado da seguinte forma:

1. Coloque 1 colher (sopa) de folhas fatiadas da erva em 1 xícara de água em fervura

2. Abafe e espere três minutos até o líquido absorver as propriedades da planta

3. Coe e beba o Chá de Folha-da-fortuna

No caso dos problemas externos (ferimentos, hematomas etc.), a sugestão normalmente é aquecer a folha e colocá-la no local afetado para que atue como cataplasma.

Importante: uma das contraindicações diz respeito às gravidas. O Chá de Folha-da-fortuna não deve ser ingerido por gestantes, pois a bebida age como estimulante uterino, sendo capaz de colocar o feto em risco. A contraindicação vale ainda para a fase de lactação.

Consulte seu médico e/ou naturopata e fitoterapeuta antes de começar qualquer tipo de tratamento, inclusive com produtos naturais. Para sua segurança, use as ervas com moderação e informação adequada.

www.http://chasbrasil.com/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.