Bom Jardim Notícias.com

Em estreia de Dudu Capixaba, Náutico vence por 3×0 e deixa lanterna

Em estreia de Dudu Capixaba, Náutico vence por 3×0 e deixa lanterna

Na estreia do técnico interino Dudu Capixaba, o Náutico derrotou o Salgueiro por 3×0 e alcançou a sua primeira vitória na Série C deste ano. Em jogo definido na etapa inicial, os gols foram marcados por Robinho, aos 12 minutos, e Ortigoza, aos 17 e 42. Com o resultado, o Alvirrubro deixou a lanterna para o time sertanejo, e agora soma 4 pontos. A equipe no entanto ainda está na zona de rebaixamento e só sai nessa rodada caso o Globo-RN ou Remo-PA sofram uma goleada em seus jogos. Já o Carcará tem um ponto e ainda não sabe o que é triunfar na competição. Agora, o Timbu se prepara para enfrentar a Juazeirense, fora de casa, no sábado (19). Já o time de Sérgio China recebe o ABC, no mesmo dia.

Jogo começa frenético, mas Náutico aproveita chances e é letal

Já era de se esperar que os dois times entrariam pensando apenas na vitória. Na pressão por ocupar as duas últimas posições do grupo A, Náutico e Salgueiro buscaram o gol desde o início da partida. A primeira grande ameaça veio com os donos da casa. Pelo lado esquerdo, Tiago Costa conseguiu bom cruzamento para a cabeçada de Wallace Pernambucano. O camisa 9 finalizou com muita precisão, mas parou na grande defesa de Mondragon, aos 9 da etapa inicial.

O Carcará não demorou a responder. A construção da jogada foi parecida. Também pelo lado esquerdo, o Salgueiro levantou a bola na área e Willian Lira subiu mais do que todo mundo para cabecear. O goleiro Bruno se esticou todo, mas a bola só parou na trave, aos 10. Dois minutos depois, o arqueiro não podia contar com a sorte, e teve que fazer uma grande defesa na cabeçada de Maurício.

Mas a sensação de “quase” acabou. No momento em que o Náutico mais se defendia, o time comandado por Dudu Capixaba conseguiu descolar um contra-ataque. A bola sobrou para Robinho, na entrada da área, arrumar para o chute de esquerda. No percurso, a bola desviou e traiu Mondragon, que não conseguiu evitar o gol alvirrubro, aos 12 minutos do primeiro tempo.

Aos 16, o Náutico saiu em velocidade mais uma vez. Ortigoza recebeu a bola pelo meio e lançou Robinho. O autor do primeiro gol esticou a bola, e na dividida com o goleiro adversário caiu na área. O árbitro marcou pênalti. O paraguaio Ortigoza bateu com precisão, no ângulo esquerdo do batedor, para ampliar, aos 17 minutos.

O Salgueiro tentou reagir. Passou a aumentar seu volume de jogo, mas não era efetivo diante da boa marcação adversária. A melhor chance veio com Marcos Vinícius, aos 25, que arriscou de fora da área para a defesa de Bruno. Quando a partida parecia controlada, o Timbu usou novamente da velocidade. Com excelente troca de passes, Dudu recebeu de Ortigoza e abriu a jogada com Robinho, vindo livre pelo lado direito. Ele chutou cruzado para o paraguaio concluir, aos 42.

Salgueiro tem mais posse, mas leva pouco perigo

Como o resultado completamente favorável, o Náutico passou a controlar a partida. A bola ficava com o Salgueiro, mas a criatividade do time sertanejo não era capaz de romper a defesa alvirrubra. As tentativas do Carcará vinham com bolas levantadas na área ou chutes de longa distância. A melhor chance veio numa cabeçada de Willian Lira, na trave, aos 31.

Já a velocidade de transição vista no primeiro tempo do Náutico não aconteceu na etapa final. Os donos da casa preferiam diminuir o ritmo da partida, se valendo do resultado favorável. Quando saía para o ataque, os passes bem encaixados do início da partida não se repetiam e Mondragon foi pouco exigido.

FICHA DO JOGO: NÁUTICO 3 X 0 SALGUEIRO

Náutico: Bruno; Luiz Henrique, Negretti, Camutanga e Tiago Costa; Jonathan, Jobson (Régis), Dudu e Robinho (Rafael Assis); Wallace Pernambucano e Ortigoza (Júnior Timbó). Técnico: Dudu Capixaba.

Salgueiro: Mondragon; Iury, Maurício, Emerson e Izaldo; Michel, Bruno Menezes (Pêu), Dadá e Marcos Vinícius (Alexon); Willian Lira e Willian (André Victor). Técnico: Sérgio China.

Campeonato Brasileiro da Série C (5ª rodada do Grupo A). Local: Arena de Pernambuco, São Lourenço da Mata, PE. Horário: sábado (12), às 19h. Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO) – CBF. Assistentes: Hugo Sávio Xavier Corrêa (GO) e Tiago Gomes da Silva (GO), ambos da CBF. Gols: Robinho (N), aos 12 do 1T e Ortigoza (N), aos 17 e aos 42 do 2T. Amarelos: Jhonnatan (N), Izaldo (S), Negretti (N) e Pêu (S). Público: 2.184. Torcedores: R$ 17.475,00.

Thiago Vieira

Fonte – http://blogs.ne10.uol.com.br/torcedor/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.