Bom Jardim Notícias.com

Com atuação fraca, Náutico perde e continua na zona de rebaixamento

Com atuação fraca, Náutico perde e continua na zona de rebaixamento

O Náutico viajou para o Sertão da Bahia em busca da primeira vitória fora de casa, sob o comando do segundo jogo de Dudu Capixaba, porém deixou a desejar. Com falhas nas jogadas aéreas e marcação frouxa, o Timbu perdeu por 2×0 no estádio Adauto de Moraes para a Juazeirense e permanece na zona de rebaixamento do Grupo A da Terceira Divisão. Com o resultado, o Cancão alcançou o G4. O Alvirrubro, por sua vez, continua na 9ª colocação na tabela de classificação e vai buscar se recuperar diante do Globo, no próximo domingo (27), na Arena de Pernambuco.

Pressa

O time da casa começou pressionando nos primeiros instantes do jogo. Houve um lance de perigo logo no primeiro minuto de jogo. Depois e Negretti fazer o corte, a Juazeirense apareceu e lançou para o gol, ams a bola foi para fora. Aos dois minutos, chute de Toni Galego para a meta do Timbu, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 6, em uma cobrança de falta na entrada da grande área, o zagueiro Júnior Gaúcho subiu sozinho, mas perdeu o tempo da bola. Ao cabecear, a bola foi por cima do gol.

Aos 8 minutos, a primeira chegada do Náutico pela direita com Ortigoza. A bola saiu pela linha de fundo e na cobrança de escanteio o time não aproveitou. Um minuto depois o Náutico chegou mais uma vez pelo mesmo lado. Na jogada, uma tabela de Dudu e Ortigoza depois do lance de Luiz Henrique. O chute foi de Dudu por cima da meta do Cancão de Fogo.

Na trave

Aos 11 minutos, a Juazeirense mandou um chute que acertou a trave esquerda do goleiro Bruno. Em seguinda o Náutico tentou marcar no meio de campo, mas a Juazeirense recuperou a posse de bola. Jussimar tentou chute pelo lado esquerdo, mas Luiz Henrique chegou bem e fez o corte. Na cobrança de escanteio, a bola foi direto na mão do goleiro Bruno.

Depois dos 15 minutos iniciais, o Náutico conseguiu encaixar melhor a marcação e evitou lances perigosos em sequência, como ocorreu no início do primeiro tempo. Mas não demorou muito para que o Timbu voltasse a afrouxar a marcação. Aos 22 minutos, Ortigoza recebeu lançamento e avançou pelo lado esquerdo, mas o zagueiro Júnior Gaúcho fez o bloqueio e deixou o paraguaio caído perto da linha da grande área. O árbtitro mandou seguir.

Gol do Cancão

A pressa do início do jogo deu resultado. Aos 24 minutos, Juninho Tardeli cobrou uma falta na entrada da área, e o zagueiro Camutanga tentou bloquear, mas acabou mandando a bola para Victor Sapo. O jogador da Juazeirense aproveitou para cabecear para o gol, mas a bola bateu em Jhonnatan, que estava em cima da linha. Jussimar aproveitou o rebote e acertou o fundo da rede para abrir o placar no Adauto de Moraes. Juazeirense 1×0 Náutico. Aos 28, Jobson lançou para Luiz Henrique, que tentou pegar, mas desperdiçou a oportunidade e chutou longe.

Pausa

Depois da paralisação de dois minutos para que os jogadores se hidratassem no calor do sertão baiano. No retorno, a Juazeirense manteve o ritmo e quase finalizou, mas foi marcado impedimento na jogada. Ainda com postura ofensiva, Carlinhos cobrou uma lateral dentro da área, mas Camutanga estava atento e fez o corte de cabeça.

Tentativa

Dois lances e Lelê foram e fora da área. O primeiro carimbou o jogador Waguinho e o segundo ficou fácil para a defesa do goleiro Bruno. Em seguida, Jobson cobrou escanteio na área, a defesa da Juazeirense afastou, mas Tiago Costa mandou a bola na área no rebote e Camutanga pegou de bicicleta, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Segundo gol

Em um contra-ataque da Juazeirense, Toni Galego saiu pela lado direito e cruzou. Luiz Henrique tentou o corte, mas a bola foi desviada em Negretti, e acabou sobrando para Victor Sapo chutar direto no fundo da rede e aumentar o placar para a equipe mandante, sem chance de defesa para Bruno. Juazeirense 2×0 Náutico.

Ortigoza

O atacante, depois de reclamar que a bola não estava chegando nele, na única oportunidade que teve, marcou o gol, mas o árbitro assistente estava de olho no lance e marcou impedimento. Segundo ele, o atacante Robinho tocou com a bola na mão antes dela ser mandada para o paraguaio.

Aos 2 minutos da segunda etapa, Dudu mandou uma bomba dentro da pequena área, mas Júnior Gaúcho travou a jogada. No setor ofensivo, Lelê recebeu um lançamento, mas pegou mal na bola e mandou por cima do gol. Mais uma vez, Lelê recebeu outro cruzamento, porém, Junior Gaúco fez o corte. Aos 7 minutos, a Juazeirense tentou o contra-ataque, mas Robinho impediu a jogada derrubando um jogador adversário e foi punido com cartão amarelo.

Perigo

Em mais uma chegada da Juazeirense, Carlinhos recebeu um cruzamento de Deca, e cabeceou, mas Bruno defendeu. Aos 19 minutos o Cancão partiu para mais um contra-ataque com cinco mandantes a três dos visitantes. Juninho Tardeli deu passe para Jildemar, mas o árbitro assistente pegou impedimento.

Defesa

O goleiro Bruno Neri fez uma bela defesa para evitar o que seria o primeiro gol do Náutico. Tharcysio cabeceou, após cobrança de escanteio e Lelê, direto nas mãos do arqueiro da Juazeirense. Não demorou para o Cancão se recuperar. O time baiano chegou com perigo na jogada de Toni alego e perdeu o terceiro gol com o desvio de Jildemar em Negretti que quase acertou o fundo a rede.

Aos 39, Ortigoza foi derrubado na entrada na área, mas o time desperdiçou mais uma chance ao cobrar a falta, atingindo a barreira. Um minuto depois, Rayllan avançou para mais um contra-ataque favorável ao mandante e três jogadores livres acopanharam o passe. Um defensor timbu tentou o corte, e quando chutou a bola foi direto nas mãos do goleiro Bruno. A Juazeirense venceu por 2×0 e subiu para a 3ª colocação enquanto o Náutico continua na zona de rebaixamento.

Ficha do jogo: Juazeirense 2×0 Náutico

Juazeirense: Bruno; Carlinhos, Júnior Gaúcho, Eron e Deca; Waguinho, Victor Sapo (Jildemar aos 22′ do 2T) e Patrik; Júnior Tardeli, Toni Galego e Jussimar (Rayllan aos 17′ do 2T). Técnico: Aílton dos Santos.

Náutico: Bruno; Luiz Henrique, Negretti, Camutanga e Tiago Costa; Jhonnatan, Dudu (Tharcysio aos 12′ do 2T) e Jobson (Régs Potiguar aos 22′ do 2T); Lelê, Robinho (Rafael Assis aos 20′ do 2T) e Ortigoza. Técnico: Dudu Capixaba.

Campeonato Brasileiro da Série C (6ª rodada do Grupo A). Local: Estádio Adauto de Moraes, Adautão, Juazeiro (BA). Horário: sábado (19), às 16h. Árbitro: João Batista de Arruda (RJ) – CBF. Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ) e Gabriel Conti Viana (RJ), ambos da CBF. Ingressos: preço único de R$ 20. Cartões amarelos: Waguinho (J – 47′ do 1T), Deca (J – 16′ do 2T), Jobson (N – 20′ do 2T) e Rayllan (J – 48′ do 2T). Gols: Jussimar (24′ do 1T) e Victor Sapo (42′ do 1T). Público: 947. Renda: R$ 15.915.

Fonte – http://blogs.ne10.uol.com.br/torcedor/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.