Bom Jardim Notícias.com

FAMÍLIA SOUTO MAIOR DE LUTO. MORRE A MATRIARCA E EX-PRIMEIRA DAMA DE BOM JARDIM.

FAMÍLIA SOUTO MAIOR DE LUTO. MORRE A MATRIARCA E EX-PRIMEIRA DAMA DE BOM JARDIM.

A ex-primeira-dama de Bom Jardim, Íris Vieira Souto Maior, conhecida carinhosamente como dona Íris, faleceu na tarde desta última quarta-feira (23), aos 88 anos de idade, no Hospital Real Português, na capital pernambucana. Nascida em 22 de dezembro de 1929, foi tabeliã, foi casada com o ex-prefeito Noé Souto Maior, mãe de cinco filhos, benfeitora da Liga de Proteção à infância de Bom Jardim que mantinha o hospital.

É nesses momentos em que fica difícil separar a postura profissional de um jornalista do sentimento pessoal de um ser humano que cresceu escutando boas histórias e acompanhando a trajetória da família Souto Maior em Bom Jardim através do meu avô materno Severino (conhecido por Bio Aquilino) que morava no Sítio Pedra Fina e, era muito amigo do Sr. Noé.

Receber a triste notícia do falecimento de dona Íris invadiu uma profunda tristeza, e ao mesmo tempo uma nostalgia em relembrar o quando foi uma militante política ao lado seu marido Noé Souto maior, ex-prefeito de Bom Jardim por dois mandatos, sendo um importante chefe político, ao lado de sua esposa, que, ela, sempre em minhas lembranças era querida por todos, até pelos adversários, com sua voz calma e serena, amava e ajudava a todos sem distinção partidária ou social.

Durante a ditadura militar no Brasil, dona Iris foi fundamental, mantendo-se firme ao lado do marido, dando-o forças e cuidando da família e amigos que naquele momento os procuravam. É uma mulher de luz, de Deus!

Tive o prazer de ter um contato maior com a família através de duas netas de Dona Iris e Seu Noé. Em 2003 a advogada Fernanda Souto, a qual tenho muito apreço foi minha professora da disciplina de História no 7° ano do ensino fundamental 02. Estudei também, na Escola Estadual Raimundo Honório, no ano de 2004, na 8° série do ensino fundamental 02 com a professora Marieta Souto nas disciplinas de Química e Física.

A família Souto Maior tem história, serviços prestados à população bonjardinense e também da cidade de Machados, foi na gestão do então prefeito Noé Souto e tabelião de Bom Jardim, militante político do antigo MDB (Movimento Democrático Brasileiro), que foi criado o município de Machados, desmembrado e elevado o mesmo a categoria de cidade. Segundo o mesmo, o qual tive a hora de entrevista-lo falou que deu a maior força para que Machados se tornasse município, e relatou como foi o processo de transição para a criação do município de Machados.

Em seu livro “Rabiscos, memórias de 90 anos”, lançado o ano passado, Noé Souto rememora sua vida familiar e política e faz uma homenagem à sua amada companheira Íris, durante discurso em comemoração aos 60 anos de casado, quando fala que: “… só foi possível, por ter uma companheira a matriarca de nossa família, por sinal única sobrevivente, como eu, de nossas famílias, e, mais, por ser a Dona ÍRIS, criatura singular, magnífica, compreensível e por todos os títulos credora do amor, dedicação e respeito de todos os seus descendentes e familiares, e, para quem RESERVO todos os meus agradecimentos, por me suportar já durante 67 anos, sem nunca pensar em si, colocando sempre em primeiro lugar os interesses de seus entes mais queridos, EXERCENDO O SACERDÓCIO DE MÃE EXTREMOSA, dando sempre amor, carinho e muita ternura, sendo um ancoradouro seguro para os seus descendentes, ascendentes e colaterais e afins, assim é, que depois de muita reflexão, me vergo a evidência dos fatos ocorridos durante todo o tempo de nossa convivência a dois, e, PERMITAM-ME DIZER, MUITO OBRIGADO MINHA VELHA, MINHA COMPANHEIRA permanente de todas as horas, sem nunca discutir, fazendo prevalecer sempre para a unidade de nosso lar e família, coadjuvante de todas as minhas lutas e dificuldades pela sobrevivência, com algumas diminutas derrotas, e incontestáveis vitórias, isto em todos os sentidos de nossas vidas compartilhadas, que FAMILIAR quer civil. Só eu sei, minha companheira, QUANTO TE SOU GRATO…”.

Assim, presto minha homenagem a Dona Íres, como também estendo à toda família Souto Maior pela perca irreparável. À todos minhas sinceras condolências e sintam-se abraçados por mim e pela minha família. E, como cristão rogo à Deus a sua infinita bondade na certeza que está sendo acolhida pelo Pai para a vida eterna.

Foto: Enio Andrade / Reprodução Facebook da família.

Jornalista Luís Correa

Fonte – http://oreporterquechegaprimeiro.blogspot.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.