Bom Jardim Notícias.com

10 dúvidas sobre manchas na pele respondidas por médicos

10 dúvidas sobre manchas na pele respondidas por médicos

Das causas aos tratamentos (que as clareiam, eliminam e evitam), dermatologistas explicam tudo sobre as marcas que podem surgir em nossa pele

Manchas na pele não são o sonho de ninguém. Não estamos falando de sardas, pintas ou marquinhas charmosas: o assunto aqui são as manchas causadas pelo sol, pelo atrito da pele ou por motivos internos, como doenças de pele e do corpo em geral, ação dos hormônios e uso de medicamentos.

Mas não há motivo para pânico. Consultando bons dermatologistas e conhecendo as causas das manchas, é possível clareá-las, removê-las e – muito importante – evitá-las.

Conversamos com os dermatologistas Íris Flório, Monisa Nóbrega e Murilo Drummond, todos membros da Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD, para esclarecer as dez principais dúvidas sobre manchas na pele.

Entenda melhor o assunto e, se considerar que precisa de ajuda, não pense duas vezes e marque uma consulta com um dermatologista para resolver suas manchas.

O que faz algumas pessoas terem mais propensão ao surgimento de manchas na pele?

Antes de tudo, é a genética que determina o quão sensível cada pele é aos fatores causadores dos diversos tipos de manchas. Portanto, se duas pessoas forem expostas ao sol de igual maneira, pode ser que uma desenvolva manchas na pele e a outra, não.

Os motivos causadores de manchas que se destacam são exposição ao sol sem filtro solar, ação hormonal, doenças inflamatórias na pele, doenças sistêmicas, uso de determinados medicamentos e envelhecimento natural da pele.

A exposição ao sol sem protetor realmente faz a pele ganhar manchas?

Na ampla maioria dos casos, sim. Mesmo que o dia esteja nublado, os raios UVA do sol sempre passam pelas nuvens e chegam até nós, causando envelhecimento precoce da pele e, consequentemente, manchas. Os raios UVA também são responsáveis pelo desenvolvimento do câncer de pele. Então já sabe: protetor solar todos os dias para manter a pele saudável e livre de manchas.

De onde vêm as manchas na pele que não foi exposta ao sol sem proteção?

Elas podem ter causa hormonal, emocional – o estresse ajuda a trazer à tona a propensão a manchas na pele –, podem vir de doenças de pele como a rosácea, de doenças variadas do corpo, do uso de medicamentos e de anticoncepcionais hormonais, do estilo de vida – quem fuma e consome muita bebida alcoólica está mais sujeito a manchas na pele – e até da alimentação.

O médico dermatologista é a melhor pessoa para detectar as causas das manchas de pele, tanto pela indicação dos exames corretos quanto pela experiência clínica e acadêmica. É ele também que pode determinar os tratamentos e os medicamentos mais adequados para cada caso.

Quais são as áreas do corpo mais sujeitas ao surgimento de manchas?

Quando a causa das manchas é a exposição solar sem proteção, as áreas mais comuns são as que ficam “de fora”: rosto, pescoço, colo, mãos e pernas. Se a causa for hormonal ou relacionada a doenças e medicamentos, as manchas podem surgir em qualquer parte do corpo.

O que são manchas de atrito e em quais partes do corpo elas mais aparecem?

São as manchas causadas pelo engrossamento da pele onde há atrito constante. Esse atrito causa microtraumas que cicatrizam e deixam as chamadas hipercromias pós-inflamatórias. Resumidamente: nesse processo de reparo da pele ocorre a liberação de fatores inflamatórios e a ativação da produção de melanina, provocando a mancha.

Os locais do corpo mais sujeitos às manchas de atrito são entre as pernas e nas dobras do corpo – axilas, virilha, cotovelos e joelhos.

Manchas na pele – mancha de atrito na axila

Pessoas com pele escura também podem ter manchas na pele?

Sim. Todos os tipos de pele podem estar sujeitos às manchas, independentemente do tom e mesmo do nível de oleosidade. Todas as pessoas precisam se cuidar da mesma maneira para evitar o surgimento de manchas e devem passar por tratamentos dermatológicos adequados para clareá-las e removê-las.

Protetores solares resolvem os problemas das manchas na pele?

Os protetores solares evitam o aparecimento de novas manchas causadas pelos raios UVA, mas não clareiam nem eliminam as manchas já existentes. Eles também não têm o poder de prevenir o surgimento de manchas de pele de fundo hormonal, medicamentoso ou de outros fatores que não sejam relacionados à exposição ao sol.

Que princípios ativos dos cremes clareadores são mais eficazes no combate às manchas na pele?

Antes de falarmos sobre os princípios ativos clareadores de manchas, é importante ressaltar que nunca se deve usar qualquer medicamento ou fazer qualquer tratamento de pele sem a orientação de um/a médico/a dermatologista. Apenas o especialista pode determinar o que é adequado para cada caso.

Isto posto, vamos lá.

Os princípios ativos mais comumente usados são a hidroquinona, a vitamina C, o ácido kójico e o alfa-arbutin. Porém, todos eles podem piorar a condição da mancha se forem usados inadequadamente. SEMPRE espere e respeite a prescrição de um/a dermatologista.

Quando é necessário recorrer a um médico para tratar as manchas na pele?

O ideal é fazer um check-up dermatológico com um médico especialista pelo menos uma vez por ano. Nele são detectadas manchas em estágios iniciais que podem ser diagnosticadas e tratadas. Se nesse meio-tempo você notar alguma mancha na pele, não espere a próxima consulta e marque um horário com seu médico de confiança para o quanto antes.

Manchas na pele

O peeling pode ajudar a amenizar as manchas na pele?

Sem dúvida, mas somente sob recomendação médica e depois da análise de cada mancha. Se feito por profissionais que não sejam médicos dermatologistas, o peeling pode manchar ainda mais a pele, causando um efeito de tatuagem muito mais difícil de remover.

Fonte: https://mdemulher.abril.com.br/saude/manchas-na-pele-duvidas-clareamento-tratamentos/ – Por Raquel Drehmer – sayu_k/Thinkstock

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.