Bom Jardim Notícias.com

Após acordo entre PT e PSB, Marília Arraes diz que não sobe no palanque de Paulo Câmara

Após acordo entre PT e PSB, Marília Arraes diz que não sobe no palanque de Paulo Câmara

Após a Executiva Nacional do Partido dos Trabalhadores divulgar nesta quarta-feira (1º) uma resolução que aceitava o acordo com PSB e barrava a candidatura de Marília Arraes (PT) ao governo de Pernambuco, a vereadora do Recife convocou uma coletiva de imprensa com o grupo que representa a defesa da candidatura própria do PT para tratar sobre “os últimos fatos políticos ocorridos”.

Durante a entrevista, Marília disse que não sobe novamente no palanque do governador de Pernambuco. “Eu não trabalho com futurologia, mas de forma alguma eu posso ser incoerente ao o que eu falo e defendo. Então o próprio PT nacional, o PT daqui, todo mundo sabe, o povo sabe que não tem condições de a gente subir nesse palanque em nenhuma hipótese”, disse ao ser perguntada sobre o futuro do PT em Pernambuco em caso de aliança com o PSB.

Em outras oportunidades, Marília já havia afirmado que não estaria junto ao governador socialista, desta vez porém, a declaração foi dada após a Executiva Nacional do partido dar um grande aceno sobre o rumo da sigla neste ano.

Perguntada sobre como recebeu a notícia da retirada de sua candidatura pela Executiva Nacional, ela disse que recebeu com tranquilidade. “A Executiva Nacional tem um posicionamento, nós discordamos dele, inclusive um posicionamento contrário a tudo que vinha sendo conversado na estratégia de tirar o PT do isolamento nacionalmente falando e buscar mais apoios à candidatura do presidente Lula, houve essa divergência com o que nós defendemos”, afirmou.

Na coletiva, foi confirmado o encontro estadual do partido nesta quinta-feira (2). “Grande parte da base do partido é favorável à candidatura própria, favorável à nossa candidatura e nós temos a certeza que temos a maioria nesse encontro. Tanto é que o PSB operou em várias frentes para adiar esse encontro por três vezes porque sabia que a candidatura própria sairia vencedora”.

Nesta quarta-feira (1º) a Executiva Nacional do PT decidiu, por 17 votos a oito, apoiar a campanha de reeleição do governador Paulo Câmara (PSB), fechando aliança com o PSB. Com a decisão, a vereadora do Recife Marília Arraes, que faz oposição aos socialistas e brigava pela pré-candidatura ao governo, é rifada. Haverá acordos também na Paraíba, no Amapá e no Amazonas

Fonte – http://blogs.ne10.uol.com.br/jamildo/2018/08/01/apos-acordo-entre-pt-e-psb-marilia-arraes-diz-que-nao-sobe-no-palanque-de-paulo-camara/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.