Bom Jardim Notícias.com

Santa é goleado pelo Operário e fecha ano com quatro fracassos

Santa é goleado pelo Operário e fecha ano com quatro fracassos
Torcida do Santa Cruz no interior do Paraná

Torcida do Santa Cruz no interior do ParanáFoto: Santa Cruz/divulgação

Irreconhecível e atropelado, o Santa Cruz não suportou a pressão do Operário/PR, que tirou proveito do caldeirão da sua torcida no estádio Germano Krüger, e foi goleado pelo placar de 3×0, na tarde deste domingo (26), em Ponta Grossa, interior do Paraná a 115 km da capital Curitiba. Com a derrota vergonhosa, o Tricolor fechou a temporada 2018 acumulando quatro fracassos. Antes do vexame no Campeonato Brasileiro da Série C, o clube já havia sido eliminado precocemente na primeira fase da Copa do Brasil e nas quartas de final do Campeonato Pernambucano e da Copa do Nordeste.

Ataque contra defesa foi o resumo do primeiro tempo. A postura recuada do Santa custou caro e poderia até ter sido pior. Antes de sofrer o golpe, os pernambucanos desperdiçaram uma chance, em contragolpe, com o atacante Pipico, mas a finalização só passou perto. Daí pra frente, pressão total dos donos da casa. Com 21 minutos de jogo, os paranaenses saíram na frente – gol marcado pelo zagueiro Allison, que aproveitou a sobra da bola, chutou de fora da área e balançou as redes do goleiro Ricardo Ernesto, atrapalhado pelo desvio – e igualaram o placar agregado. A “catimba” dos alvinegros deixou a partida pegada, mas os tricolores sequer tiveram ímpeto ofensivo – falta de troca de passes e sem poder de criação – e não conseguiram reagir nos 45 minutos iniciais.

Após a retranca na primeira etapa, o Santa Cruz tentou mudar a estratégia no segundo tempo para buscar o empate. Já o Operário/PRdiminuiu o ritmo e truncou o confronto. Sem sofrer sustos em nenhum momento, o Fantasma aumentou a vantagem na primeira vez que chegou ao ataque. Aos 27 minutos, o lateral-direito Léo cruzou para o atacante Shumacher, que bateu de primeira e ampliou o placar: 2×0. Pouco tempo depois, os paranaenses liquidaram a fatura e sacramentaram o acesso à Série B. Nome do jogo, o atacante Schumacher construiu uma jogada pela direita, cruzou rasteiro e o meia Dione deu um carrinho para completar. Nos minutos finais, a torcida da casa ecoou gritos de olé e só esperou o apito final do árbitro para comemorar a conquista.

Ficha técnica:
Operário/PR 3
Simão; Léo, Alisson, Sosa e Peixoto; Chicão, Erick, Cleyton e Robinho (Xuxa); Lucas Batatinha (Dione) e Schumacher (Quirino). Técnico: Gerson Gusmão.
Santa Cruz 0
Ricardo Ernesto; Vítor, Sandoval (Augusto Silva), Danny Morais e Allan Vieira; Willian Maranhão, Charles (Augusto) e Arthur Rezende; Jailson, Pipico e Robinho. Técnico: Roberto Fernandes.
Local: estádio Germano Kruger (Ponta Grossa/PR)
Arbitragem: Raphael Claus (FIFA/SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Rogerio Pablos Zanardo (ambos de SP)
Gols: Alisson (aos 21min do 1T), Shumacher (aos 27min do 2T) e Dione (aos 34min do 2T)
Cartões amarelos: Lucas Batatinha (Operário); Arthur Rezende (Santa Cruz)
Fonte – https://www.folhape.com.br/esportes/santa-cruz/santa-cruz/2018/08/26/NWS,79208,65,549,ESPORTES,2191-SANTA-GOLEADO-PELO-OPERARIO-FECHA-ANO-COM-QUATRO-FRACASSOS.aspx

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.