Bom Jardim Notícias.com

Será que sementes de tomate realmente podem causar apendicite?

Será que sementes de tomate realmente podem causar apendicite?

apendicite, que ocorre pela inflamação do apêndice, é uma doença que vem acompanhada de risco de morte. O tratamento consiste na remoção do órgão que, embora auxilie nosso sistema imunitário, de fato não faz falta para o bom funcionamento do corpo, conforme reportado pelo Diário de Biologia.

Os afetados, muitas das vezes, são aconselhados a evitarem comer caroços e sementes de frutas e legumes, que incluem alimentos como uvas, goiabas, tomate, gergelim, pepino e quiabo. A dúvida que muitas pessoas têm, no entanto, é se evitar comer esse tipo de alimento pode ajudar a evitar o problema.

semente-de-tomate_1
A cirurgia para retirada do apêndice é simples e tem recuperação rápida.

De acordo com Dr. Humberto Galizzi, presidente da Sociedade de Gastroenterologia e Nutrição de Minas Gerais, em entrevista à revista Encontro, não existem evidências científicas que comprovem que os caroços de fato provocam a inflamação do órgão. Ainda, não há provas de que a alimentação, de modo geral, esteja relacionada com o problema.

A apendicite também pode ser causada por um processo agudo de obstrução, que incluem pequenos pedaços de fezes, os chamados fecalitos, que impedem a limpeza do muco que reveste as paredes do intestino e apêndice. Logo, fecalito e muco entopem o apêndice, causando uma redução da circulação sanguínea. Este ambiente, por sua vez, favorece a proliferação de bactérias nocivas, que causarão a inflamação do órgão.

O problema da infecção é gradual, tendendo a piorar com o tempo. No entanto, a solução pode ser rápida, já que a operação é simples e as chances de complicações são de apenas 35%. Os sintomas que indicam a apendicite são dores abdominais intensas, náuseas e febre.

Diário de Biologia ] [ Foto: Reprodução / Diário de Biologia ]

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.