Talvez você já tenha ouvido falar que o chá de boldo aborta durante a gravidez, mas será que isso é verdade? Se você deseja tirar essa dúvida, então você está no lugar certo. Isso porque, além de falar sobre a atuação do chá de boldo do chile nas primeiras semanas de gravidez, o Chá Benefícios traz informações sobre como a bebida age no organismo mesmo após meses de gestação.

Além disso, você também fica por dentro dos benefícios do boldo do chile e para quê essa planta pode ser usada. Também aprende sobre as contraindicações da erva e como fazer um chá dela.

Ainda é possível conferir algumas dicas de como ter uma gravidez sem riscos e de maneira saudável. Por fim, há uma lista de outros chás que não são indicados para as grávidas e o porquê dessa contraindicação.

Chá de boldo é abortivo?

De uma maneira geral, as grávidas precisam moderar no consumo dos chás, principalmente quando o objetivo é se automedicar. No caso do boldo do chile, a erva vai além de uma simples moderação. Isso porque as substâncias presentes na erva fazem dela uma “vilã” para a gravidez.

Mulher grávida tomando chá

O chá de boldo distende a musculatura do útero, podendo causar o aborto (Foto: depositphotos)

Para a nutricionista Fernanda Mariz, especializada em gestantes, alguns tem um potencial abortivo. “O chá de boldo chileno, por exemplo, é livremente comercializado para distúrbios gástricos. Contudo, ele pode causar aborto e não deve ser consumido por mulheres grávidas”, afirma a especialista em entrevista ao Portal Tv Cariri.

Inclusive, os efeitos negativos dessa erva para a gestação são reconhecidos pela Secretaria de Saúde do estado do Rio de Janeiro. Por isso que o boldo é listado como “potencial tóxico, teratogênico e abortivo” pelaResolução da SES/RJ nº 1757 de 2002.

Além de abortivo, o chá utilizado na gestação também pode causar má formação do feto e ainda causar prejuízos para a saúde da mulher grávida. Assim, a paciente pode apresentar alguns sintomas como: febre, tontura, sangramento vaginal, cólicas e confusões psicológicas.

Tomei chá de boldo e estou grávida: o que fazer?

Antes de mais nada, é preciso manter a calma. O risco de aborto através do boldo existe, mas ainda não há uma quantidade descrita pelos especialistas do quanto pode fazer mal ao bebê e a mãe. Também existe a questão orgânica do corpo, uma vez que cada organismo responde de maneira diferente aos estímulos externos.

Nesse sentido, é ideal procurar um ginecologista obstetra para realizar exames a fim de saber se está tudo bem com a criança. Além disso, com o médico é mais fácil tirar outras dúvidas a respeito da gravidez.

O risco de abordo com o chá de boldo se dá pela presença do ascaridol, substância com efeitos tóxicos. Além disso, a erva causa relaxamento do útero o que pode prejudicar a permanência do bebê.

Chá de boldo faz a menstruação descer mais rápido?

O chá de boldo promove o relaxamento do útero, por essa razão tende a fazer a menstruação descer com mais facilidade e agilidade. Sendo assim, é um chá recomendado para diminuir as cólicas menstruais, pois distendem as contrações uterinas durante essa fase.

No entanto, não deve ser consumido por mulheres que estejam com a menstruação atrasada ou com suspeita de gravidez.

Como já mencionado, além de colocar em risco à gestação, a erva em forma de infusão pode provocar má formação e causar diversos problemas à saúde feminina. De qualquer maneira, a busca por um médico especializado é o mais recomendado.

Para que serve esse chá?

Mas se o chá de boldo é abortivo, por que ele é liberado para o consumo? Na verdade, mesmo que esse chá seja contraindicado para grávidas e lactantes, ele possui diversos benefícios ao organismo de outras pessoas.

Folhas secas de boldo

O chá de boldo é conhecido por seu poder digestivo (Foto: depositphotos)

Por exemplo, ele pode ser utilizado no tratamento de problemas digestivos, como diarreia, dores estomacais, azia, má digestão, gases, prisão de ventre e gastrite. Além disso, serve como um aliado na luta contra os efeitos desagradáveis das bebidas alcoólicas.

Ainda age com efeito calmante, melhora o funcionamento do fígado eauxilia no processo de emagrecimento. Mas também trabalha como antioxidante, antifúngico e antibactericida no corpo.

Contraindicações dessa bebida

Como já visto, o chá de boldo não deve ser consumido por gestantes, lactantes e mulheres que estão com suspeita de gravidez. Mas ele também deve ser evitado em casos de crianças pequenas, pacientes com insuficiência renal e pessoas alérgicasa planta.

Chá de boldo como fazer?

Ferva 1 xícara de água filtrada e em seguida adicione as folhas de boldo secas. Depois tampe o recipiente, espere por 10 minutos e coe a infusão. E sem acrescentar açúcar, mel ou adoçante, beba o chá. O tratamento com essa bebida pode ser repetido por até três vezes ao longo do dia.

Para melhorar o gosto ou potencializar as propriedades benéficas do chá de boldo, é possível adicionar canela ou camomila no momento do seu preparo.

Cuidados na gravidez

Além de evitar o chá de boldo, as grávidas precisam tomar outros cuidados para proteger sua vida e a da criança. De acordo com a ginecologista e obstetra Erica Mantelli, o primeiro cuidado é com relação a alimentação.

Isso porque, todas as gestantes precisam consumir alimentos ricos em ácido fólico, uma substância presente na vitamina do complexo de B responsável pela formação do tubo neural do bebê. Sendo assim, é preciso compor a alimentação com vegetais de folhas verde-escuras, frutas cítricas, gema de ovo, brócolis, fígado etc.

Também é importante estar atenta ao pré-natal e às atividades físicas regulares e com acompanhamento. Outros cuidados citados pela médica são: não se automedicar, repousar durante o dia e eliminar bebidas alcoólicas, cigarro e líquidos com cafeínas.

Outros chás proibidos para grávidas

Assim como há chances do chá de boldo abortar durante a gravidez, outros chás também podem colocar em risco a vida da mulher e do bebê. E isso independentemente de quantas semanas ou meses a gestação se encontra.

Por essa razão, é importante estar atento a lista de outros chás que podem causar prejuízos na gravidez. Por isso alguns deles são citados a seguir:

  • Chás com cafeína: Chá preto, verde, branco, mate, são alguns exemplos. Todos eles são capazes de acelerar o metabolismo pode causar mal-estar e palpitações cardíacas. Além disso, a presença de cafeína pode contribuir para o baixo peso do bebê
  • Chá de hortelã: Proibido não só na gestação em si, como também e principalmente na amamentação. Tudo isso porque esse chá pode diminuir a produção de leite materno
  • Chá de canela: Promove a contração do útero, sendo considerado um chá abortivo.

Fonte – https://www.chabeneficios.com.br/cha-boldo-aborta/