Quando se fala no chá de dente de leão, você sabe quais os seus benefícios é para que ele serve? Essa é uma dúvida bastante comum, sobretudo no que se refere aos ingredientes naturais que são indicados para tratar e prevenir doenças.

A fim de esclarecer essa e muitas outras dúvidas sobre essa espécie, o Chá Benefícios preparou um artigo especial que vai deixar você muito bem informado sobre as vantagens e desvantagens de incluir o chá do dente de leão no seu tratamento.

Uma medida que pode prevenir e passar mais segurança para o paciente no que se refere a utilização da bebida, é recorrer a um médico. Ele possui conhecimento suficiente para a boa utilização da erva.

Chá de dente de leão: como fazer

Para preparar o chá de dente de leão é muito fácil, basta você ter a mão 1 litro de água quente e 2 colheres (de sopa) das raízes da planta. Misture os dois ingredientes de uma só vez e deixe descansar por cerca de 10 minutos.

Passado esse tempo, use uma peneira para facilitar a remoção das partes da planta utilizadas e o chá de dente de leão estará pronto para ser consumido. A indicação é não utilizar açúcar nem qualquer outro tipo de adoçante.

Ramos de dente de leão

O fígado é o órgão mais beneficiado pelo chá de dente de leão (Foto: depositphotos)

Como a planta dente de leão é bastante fácil de ser encontrada, quando não tiver certeza da sua procedência, opte por comprá-la em uma loja de produtos naturais. Pois ela pode ter sido contaminada por urina de cachorro ou resíduos de esgoto.

Curiosidades sobre o dente de leão

O dente de leão é considerada daninha por muitos, tamanha é a facilidade com que se dissemina. No nordeste do Brasil é conhecida como “esperança”, mas também pode ser conhecida por taraxaco, alface-de-cão, amargosa e amor-de-homem.

Nos Estados Unidos, as flores da planta costumavam ser usadas para a fabricação de um licor. Esta planta, por ser muito comum, além de fazer parte da culinária de países da Europa, costumeiramente é utilizada em saladas e sumos.

Benefícios do chá de dente de leão

O chá de dente de leão é conhecido pela grande quantidade de vitaminas e sais minerais. Ele contém ferro, cálcio, potássio, ácido fólico e manganês. Já entra as vitaminas, podem ser encontradas na sua composição as vitaminas A, B6 , C e K.

A erva também possui tiamina e riboflavina. Ou seja, ela possui maior valor nutricional do que a grande maioria dos vegetais. Daí já dá para perceber o quão benéfico esse chá pode ser para a saúde, quando ingerido sob orientação médica.

Nesse sentido, o chá de dente de leão pode ser usado para tratar e curar muitos problemas relacionados à saúde. Fique de olho a partir de agora e confira quais são os principais benefícios dessa erva.

  • Melhora a circulação sanguínea
  • Efeito desintoxicante
  • Faz bem para o fígado
  • Efeito diurético
  • Auxilia a digestão
  • Faz bem para os ossos
  • Combate o câncer
  • Previne a anemia
  • Combate à depressão
  • Controla o diabetes

Depois de conhecê-los, agora chegou a hora de aprofundar um pouco mais em cada um desses pontos. A partir de então, vai entender melhor como o chá de dente de leão atua para prevenir ou resolver cada um desses problemas.

Melhora a circulação sanguínea

O chá de dente de leão estimula a circulação sanguínea. Dessa forma, o corpo acaba ganhando com isso, já que a possibilidade de obstrução das artérias é reduzida.

Efeito desintoxicante

As substâncias presentes na composição do dente de leão promovem uma verdadeira limpeza no organismo. Além de eliminar o acúmulo de toxinas, faz bem também para as pessoas que cometeram excessos na bebida.

Faz bem para o fígado

O fígado é o órgão mais beneficiado pelo chá de dente de leão. Ele ajuda a eliminar as toxinas do sangue e desobstruir os canais biliares. Por sinal, esses benefícios são os principais que popularizaram o uso da planta ao redor do mundo.

Efeito diurético

O chá de dente de leão é também um poderoso diurético. Esse efeito é sentido a partir da utilização das folhas da planta. Ao contrário do que acontece com outros diurético, o dente de leão preserva o potássio.

Auxilia a digestão

A ingestão do chá de dente de leão auxilia no processo digestivo, equilibrando as bactérias naturais e benéficas nos intestinos. Ele também pode aumentar a liberação de ácido estomacal e bile para auxiliar o processo, sobretudo na digestão das gorduras.

Faz bem para os ossos

Por ser rico em cálcio, o chá de dente de leão é essencial para o crescimento e a força dos ossos. Dessa forma, ele protege os ossos contra os danos relacionados ao avanço da idade, prevenindo até doenças como a osteoporose.

Combate o câncer

O chá de dente de leão pode ser usado para conter a reprodução das células relacionadas a certos tipos de câncer. Ele impede que elas se espalhem e atinjam outras áreas do corpo, justamente pela ação dos antioxidantes e fitonutrientes.

Previne a anemia

Devido a grande quantidade de vitaminas e sais minerais, a ingestão supervisionada do chá de dente de leão pode ser usada contra doenças como a anemia. Isso é reflexo na formação de glóbulos vermelhos.

Combate a depressão

O chá de dente de leão é considerado uma rica fonte de vitaminas B que melhora o humor. Além do mais, o efeito anti-inflamatório também pode proporcionar alívio da depressão.

Controla o diabetes

Entre os diabéticos, o chá de dente de leão estimula a produção de insulina do pâncreas, mantendo assim o nível de açúcar no sangue baixo. Por ser uma bebida diurética, ela ajuda a remover o excesso de açúcar do corpo.

Dente de leão emagrece?

Quando um ingrediente apresenta muitos benefícios relacionados a saúde, a possibilidade de também ajudar nas dietas de perda de peso também chama atenção do público. Para início de conversa, o chá de dente de leãopode sim ajudar a emagrecer.

Apesar de ser considerado bastante nutritivo, o chá de dente de leão tem pouco valor calórico, sendo apenas 25 calorias em uma xícara. Dessa forma, ele pode ser inserido no seu cardápio sem qualquer dano calórico.

O chá de dente de leão é considerado emagrecedor, quando consumido de forma paralela com outros cuidados. O primeiro deles vem com a adequação alimentar, aumentando o consumo de alimentos saudáveis e cortando embutidos e frituras.

Quanto à ingestão, o mais aconselhável é recorrer a um médico, já que o seu excesso pode trazer complicações para o corpo. No geral, a ingestão é compreendida em até três xícaras ao dia.

Outro cuidado que se deve ter para que o chá ajude nos efeitos desejados é a inclusão de exercícios físicos no seu dia a dia. A partir de tudo isso, o chá de dente de leão pode ajudar na eliminação do peso extra.

Dente de leão para vesícula

Entre as tantas utilizações do chá de dente de leão para à saúde humana, uma que também tem relevante destaque é a possibilidade de ajudar a tratar casos relacionados a vesícula biliar.

A vesícula biliar é o órgão o responsável pelo armazenamento da bile. Quando funciona dentro da normalidade, a vesícula esvazia para facilitar a digestão, favorecendo assim, os movimentos dos intestinos e a absorção dos nutrientes.

Flocos do dente de leão

Por ser diurético, esse chá tem efeito emagrecedor (Foto: depositphotos)

O problema mais frequente da vesícula biliar é a presença de cálculos. Dependendo da gravidade, esses cálculos podem adquirir tamanhos variados, o tamanho de um grão até o tamanho de uma pera.

O chá de dente de leão aumenta a produção de bile, reduzindo, assim, a inflamação. Isso acaba ajudando a evitar os problemas relacionados à vesícula biliar e bloqueios dos dutos que garantem o bom funcionamento do órgão.

Cuidados e contraindicações

Toda erva medicinal que se vá incluir no dia a dia de qualquer paciente precisa de cuidado e atenção. Não é porque ela é natural que os perigos da sua utilização são minimizados. Por isso, é bom ficar atento a tudo!

O uso do chá de dente de leão é contraindicado para mulheres que estão grávidas ou amamentando, também entre as crianças, hipertensos, pessoas com pedras na vesícula ou nos rins, glaucoma e com úlceras estomacais.

Para solucionar qualquer outra dívida, o mais indicado é recorrer a um profissional médico, já que, dependendo do organismo de cada paciente, as restrições podem ser ainda maiores.

O uso consciente do chá de dente de leão

Depois de tudo que foi apresentado nesse artigo, certamente agora você já possui bem mais conhecimento a respeito do chá de dente de leão do que antes. Com todas essas informações, procure o que é melhor para a sua saúde.

Nesse sentido, não dispense a consulta a um profissional médico para qualquer dúvida. É bom levar em consideração que, mesmo se tratando de um ingrediente natural, seu mau uso pode trazer consequências para o bom funcionamento do corpo.