A partir dessas informações é possível tomar a decisão sobre a melhor forma de tratar o problema, seja a partir de uma consulta médica ou da adequação na rotina. É importante lembrar que, com o cuidado certo, tudo tem solução.

O ácido úrico é produzido pelo corpo humano. Quando está em níveis elevados, ele traz consequências para o corpo, gerando incômodo. Entre elas estão: vermelhidão, dores, febre e até comprometimento do funcionamento do sistema renal.

Chás para tratar ácido úrico

No que diz respeito ao tratamento do ácido úrico elevado, a natureza oferece algumas ervas que, preparadas na forma de chá, podem ajudar a controlar os níveis no corpo humano.

Porém, é bom destacar que, mesmo se tratando de ingredientes naturais, o mais recomendado é que o tratamento seja prescrito por um médico. Isso vai ajudar a evitar possíveis complicações em relação a utilização das ervas.

Veja quais os chás podem tratar o ácido úrico:

  • Chá de cavalinha
  • Chá de dente-de-leão
  • Chá de alcachofra
  • Chá de urtiga
  • Chá de cardo de leite
  • Chá de cavalinha, dente-de-leão e alcachofra

Agora chegou a hora de aprender mais sobre cada uma dessas ervas, assim como todos os detalhes para preparar a bebida. Fique de olho e preste atenção na quantidade dos ingredientes e no passo a passo.

Chá de cavalinha

A cavalinha é uma erva que possui muitas propriedades para a saúde, entre elas, a diurética. Nesse caso, ela auxilia na eliminação das toxinas do corpo por meio da urina, inclusive o excesso de ácido úrico.

Chá de cavalinha

O chá de cavalinha auxilia na eliminação das toxinas do corpo por meio da urina (Foto: depositphotos)

No preparo do chá da cavalinha você vai precisar de 250 ml de água e 1 colher (de sopa) de cavalinha. Com ajuda de uma panela, leve a água para esquentar. Antes de ferver, desligue o fogo e adicione a quantidade de erva recomendada.

Deixe descansar por 10 minutos. Quando estiver pronto para beber, use uma peneira para remover a erva utilizada no preparo. A recomendação é de ingerir duas xícaras por dia, sendo uma em jejum e outra no meio da tarde.

Chá de dente-de-leão

Essa erva possui propriedades diuréticas. No corpo ela atua de forma a diminuir os níveis de ácido úrico, eliminando as impurezas que podem prejudicar o bom funcionamento do mesmo.

Chá de dente-de-leão

Essa bebida atua de forma a diminuir os níveis de ácido úrico (Foto: depositphotos)

Para preparar o chá, basta separar 250 ml de água e 1 colher (de chá) de pétalas de dente-de-leão secas. Coloque a água para ferver. Assim que apresentar as primeiras bolhas, desligue e adicione a erva.

Deixe a mistura descansar por 10 minutos. Passado esse tempo, use uma peneira para ajudar na remoção da erva utilizada. A recomendação é ingerir até duas xícaras do chá de dente-de-leão por dia.

Chá de alcachofra

A alcachofra possui substâncias que eliminam as toxinas da corrente sanguínea. Além do mais, ela ajuda na produção da urina, que pode ser vantajoso para equilibrar o ácido úrico, o que se faz reflexo no bom funcionamento dos rins.

Chá de alcachofra

Esse chá ajuda na produção da urina (Foto: depositphotos)

No preparo do chá de alcachofra você vai precisar de 500 ml de água e 1 alcachofra. Com ajuda de uma panela, coloque a água para ferver. Antes de acrescentar a alcachofra, remova as folhas externas.

Adicione as folhas e abaixe ferver por cinco minutos. Desligue o fogo e deixe esfriar por 10 minutos. Com ajuda de uma peneira, remova a alcachofra e ingira um copo em jejum e no meio da tarde.

Chá de urtiga

A urtiga é uma planta que atua na purificação do sangue. Ela também tem o poder de reduzir a inflamação causada pela ação do ácido úrico no organismo. Ela também ajuda no funcionamento dos rins.

Chá de urtiga

A urtiga é uma planta que atua na purificação do sangue (Foto: depositphotos)

Para preparar o chá dessa erva, basta separar 250 ml de água e 1 colher (de chá) de urtiga. Coloque a água para ferver. Antes de atingir o ponto de ebulição, desligue o fogo, acrescente a urtiga e deixe descansar por 10 minutos.

Antes de ingerir, use uma peneira para facilitar a remoção da urtiga e beba sem adoçar. A recomendação é que o chá seja ingerido em jejum, todos os dias, pelo período de duas semanas.

Chá de cardo de leite

Essa erva possui o poder de melhorar as funções de órgãos excretores do corpo, entre eles, o fígado. O chá de cardo de leite limpar o sangue e previne problemas causados pelo excesso de ácido úrico.

Chá de cardo de leite

Esse chá possui o poder de melhorar as funções de certos órgãos (Foto: depositphotos)

Para preparar essa receita você vai precisar de 250 ml de água e 2 colheres (de sopa) de gemas de cardo de leite. Esmague os botões da planta com ajuda de um pilão. Logo em seguida, aqueça a água e adicione o cardo de leite amassado.

Em fogo baixo, deixe ferver por 5 minutos. Desligue o fogo e deixe descansar por 10 minutos. Use uma peneira para remover a erva utilizada e o chá estará pronto para ser ingerido. A recomendação é bebê-lo duas vezes ao dia.

Chá de cavalinha, dente-de-leão e alcachofra

Esse é um chá preparado com a junção da maioria das ervas que foram apresentadas anteriormente. Dessa forma, seu efeito em relação a eliminação das toxinas é ainda maior, assim como o efeito diurético.

Chá para ácido úrico alto

Essa mistura de ervas elimina toxinas do corpo (Foto: depositphotos)

Para preparar a bebida você vai precisar de 250 ml de água1 colher (de sopa) de cavalinha1 colher (de sopa) de dente-de-leão e 1 colher (de sopa) de alcachofra. Junte todos os ingredientes em uma panela e leve ao fogo.

Espere a água levantar fervura para desligar o fogo. Tampe o recipiente e deixe em infusão por 10 minutos. Depois do tempo determinado, coe o chá e beba sem adoçá-lo. A dica é consumir antes de todas as refeições do dia.

O que é o ácido úrico?

O ácido úrico é uma substância comum no corpo humano. Ele é resultado da digestão das proteínas. Na maioria dos casos, o ácido úrico não causa nenhum problema ao corpo, quando eliminado de forma correta pelos rins.

“Presente entre as substâncias naturalmente produzidas pelo corpo, o ácido úrico aparece do resultado da quebra das moléculas de purina, após serem utilizadas no organismo”, detalha o médico Juliano Pimentel.

Os problemas começam a aparecer quando o paciente não presta atenção na alimentação, ingerindo muita proteína de origem animal, a exemplo de carnes vermelhas, frutos do mar e peixes.

Isso causa danos aos rins, que não regulam o índice de ácido úrico no corpo. Além do mais, uma série de sintomas podem aparecer quando o ácido úrico do corpo está elevado. Por isso é bom ficara tento!

Sintomas do ácido úrico alto

Quando há excesso de ácido úrico no organismo, o paciente começa a apresentar cristais de urato de sódio em determinadas regiões do corpo. Isso acaba gerando inchaço nas articulações e outros problemas. Veja os principais!

Articulação do pé inchada

O ácido úrico alto causa inflamação nas articulações (Foto: depositphotos)

  • Dor
  • Inchaço
  • Vermelhidão
  • Dificuldade em movimentar uma articulação
  • Deformações nas articulações
  • Calafrios e febre baixa
  • Descamação da pele na região afetada
  • Dor nas costas
  • Dificuldade para urinar
  • Pedra nos rins

Apesar de trazer bastante incômodo, o ácido úrico alto possui tratamento e pode ser facilmente identificado através de uma consulta médica e exames específicos. Porém, se não tratado, pode trazer muitos incômodos.

Como reduzir?

A partir de uma consulta ao reumatologista, médico indicado para tratar os casos de ácido úrico elevado, o paciente vai realizar uma série de exames. Dependendo da gravidade do caso, o médico vai receitar alguns exames.

Nesse meio tempo, ele também pode impor algumas mudanças nos seus hábitos alimentares, até porque, o problema também está relacionado a alimentação. Alguns alimentos podem ajudar a tratar o caso, assim também como pode atrapalhar.

Alimentos que ajudam a controlar o ácido úrico

Como foi dito anteriormente, controlar os níveis de ácido úrico do organismo também pode vir a partir de uma dieta equilibrada. Além do mais “tomar água é essencial para controlar os níveis de ácido úrico”, enfatiza o médico Juliano Pimentel.

No cardápio, o ideal é dar preferência aos alimentos naturais. “Os diuréticos naturais e alcalinos são ideais para manter a saúde do corpo. Entre eles estão: pepino, cenoura, berinjela e chá verde”, adianta Pimentel.

Veja outros alimentos indicados para o consumo:

Cenoura

A cenoura possui efeito alcalinizante. Isso significa dizer que ela ajuda a retirar purinas e cristais das articulações. No cardápio ela pode ser consumida crua, cozida ou ainda na forma de suco, misturada a outros ingredientes.

Laranja

Conhecida pela grande quantidade de vitamina C, a laranja também possui o poder de reduzir os cristais que podem se acumular no sangue devido ao alto índice de ácido úrico no corpo. A fruta também pode dissolver as pedras acumuladas nas articulações.

Limão

Funciona quase da mesma forma que a laranja, porém, um adicional nas suas propriedades vem a partir do seu efeito desintoxicação, que coloca para fora todas as substâncias que podem causar mal a bom funcionamento do corpo.

Cebola

A cebola age como depuradora no organismo, ou seja, elimina as substâncias que podem fazer mal a ele. Na hora de consumi-las, o mais indicado é fervê-la e separar a água. Junte com suco de um limão e tome duas xícaras desse líquido por dia.

Alcachofra

Rica em minerais, vitaminas e antioxidantes, a alcachofra é altamente diurética e atua de forma a evitar a retenção de líquido. Na sua composição ainda pode ser destacadas a presença de fibras, proteínas e ácidos graxos.

Alho

Esse ingrediente é bastante benefício para o corpo. Em se tratando de reduzir os níveis de ácido úrico do organismo, ele é bastante eficaz. Fora isso, ele também reduz o colesterol e controla a pressão arterial.

Sementes de abóbora

A abóbora é considerada um dos vegetais mais diuréticos. Dessa forma, ela ajuda a eliminar o ácido úrico acumulado. Quanto a forma de consumo, ela pode ser cozida ou assada.

Alimentos que devem ser evitados

Assim como tem aqueles alimentos que podem ajudar a controlar o ácido úrico no organismo, também existem aqueles que podem fazer mal. Fique de olho nessa lista e procure evitá-los!

  • Sardinha
  • Ovas de peixe
  • Camarão
  • Salmão
  • Bacalhau
  • Ostra
  • Peru
  • Fígado
  • Bacon
  • Feijão
  • Ervilha
  • Lentilhas
  • Grão-de-bico
  • Aspargos
  • Espinafre
  • Couve-flor
  • Bebidas alcoólicas

Controlando o ácido úrico

Depois de conhecer tudo sobre o ácido úrico, agora sim, você vai saber como identificar e tratar o problema, caso ele apareça. Para evitá-lo, fique atento a alimentação e aumente a ingestão diária de água.

Caso perceba algo diferente do normal, não hesite em procurar um médico, já que, quanto mais rápido isso acontecer, mais rápido e eficaz será o tratamento. Paralelo a ele, você também pode investir na ingestão dos chás, sob orientação médica, claro!

fonte – https://www.chabeneficios.com.br/acido-urico-chas-tratamento/