Bom Jardim Notícias.com

Lula escreveu a própria história. Na cadeia, o corrupto, arrogante e vingativo se deparou com o destino que traçou

Lula escreveu a própria história. Na cadeia, o corrupto, arrogante e vingativo se deparou com o destino que traçou

Uma dos maiores ‘talentos’ demonstradas pelo ex-presidente Lula ao longo de sua vida foi o extraordinária capacidade a de enganar as pessoas mais humildes com argumentos populistas. Esta ‘qualidade’ invejada por seus apoiadores era exaltada pelo próprio Lula, que em centenas de oportunidades se vangloriava de ter tirado milhões da miséria. Quem acompanhava os discursos do petista ficavam impressionados com a cara de pau do sujeito que afirmava que, antes do PT chegar ao poder, os pobres não entravam em shopping, não entravam em faculdades ou viajavam de avião. É claro que muitos brasileiros que moram em cidades pequenas, que não tem shopping, faculdades ou aeroportos acreditavam em suas lorotas.

Mas a arte de Lula em enganar os mais humildes também lhe rendeu muita antipatia por parte das pessoas com melhor grau de instrução. Ao bolar seus discursos para ludibriar os mais humildes, os menos instruídos, Lula ofendeu a inteligência de muita gente, que passou a vê-lo como cínico, oportunista, explorador e mentiroso. Apostar na ignorância eterna da maioria da sociedade o levou ao poder. Mas subestimar a inteligência das autoridades acabou levando-o para a cadeia.

Lula ofendeu a inteligência de muita gente ao se fiar em sua vasta rede de corrupção e no conceito de que um cúmplice jamais revelaria ter participado de esquemas ilícitos, o que, em tese, lhe garantia o sigilo sobre as falcatruas em que se envolveu. Lula também confiava na fidelidade de seus pares.

Com base neste entendimento, Lula se sentia confortável para desafiar as autoridades ao dizer que jamais apareceria um empresário para assumir que lhe ofereceu alguma vantagem. Lula acreditava na tese de que nenhum criminoso confessaria seus crimes.

A gota d’água veio com a Operação Lava Jato, a delação premiada, a eficiência dos procuradores do Ministério Público Federal, e a capacidade extraordinária dos membros da Força-tarefa liderada pelo juiz federal Sérgio Moro. Para piorar a situação de Lula e de seus comparsas, o Supremo Tribunal Federal, STF, manteve o entendimento a favor da prisão de réus condenados pela Justiça a partir de sentença de segunda instância.

Após uma sequência devastadora de denúncias criminais, o petista se viu finalmente acuado pela Justiça. Réu em várias ações penais, condenado logo na primeira delas por corrução e lavagem de dinheiro, o petista acabou escrevendo os capítulos mais trágicos de sua vida na cadeia.

Lula descobriu, de maneira usual, qual é o fim de qualquer criminoso. O ex-presidente da República, um homem que alcançou notoriedade mundial, se vê agora na condição de presidiário, com os bens confiscados e com os milhões que tinha escondido nas contas bloqueados pela Justiça. Rejeitado pela sociedade, Lula registra os capítulos da ascensão e queda de um líder populista vulgar. Humilhado e explorado por advogados, o petista deve enfrentar novas condenações em breve.

Enquanto o corrupto mofa na cadeia, o Brasil avança no combate à corrupção e ao crime organizado.

Fonte – http://www.imprensaviva.com/2018/11/lula-escreveu-propria-historia-na.html

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.