Bom Jardim Notícias.com

Malva – Propriedades Medicinais

Malva – Propriedades Medicinais

Malva é um nome utilizado para designar uma série de plantas da família das Malvaceae. São plantas herbáceas e muito comuns em regiões tropicais, subtropicais e temperadas. É uma planta muito estudada em território brasileiro.

A Malva também é conhecida pelos nomes: Malva comum, Malva grande, Malva selvagem, Malva das boticas, Malva silvestre, Malva cheirosa, Gerânio aromático, Malva silvestre, Malva de casa, Malva rosa e Rosa chinesa.

Neste artigo você conhecerá mais sobre a Malva. Fique por dentro dos seus benefícios e propriedades medicinais. Descubra ainda quais as contraindicações da Malva para evitar efeitos colaterais indesejados. Boa leitura!

Malva

A Malva é uma planta de porte médio, podendo alcançar até um metro de altura. Seus galhos são elevados e suas flores podem medir até quatro centímetros de diâmetro. É vista por muitos como uma planta invasora. Isso porque a Malva é capaz de se infiltrar mesmo em terrenos pouco propícios, como clareiras, aludes e mesmo muros.

O nome “Malva” deriva do grego malakos, que significa “suave”, remetendo ao aspecto gracioso da planta. O nome original da planta “Malva Silvestre” é advindo do latim “Silva”, que pode ser traduzido “bosque”, remetendo ao seu habitat natural. Os romanos realizavam seu cultivo em jardins e a utilizavam para fins culinários, aproveitando suas propriedades laxativas.

Outro povo a utilizar a Malva para fins alimentício são os árabes. Seu consumo da Malva em receitas tradicionais remonta até o século VII AC. A planta foi também estudada pelos filósofos Plínio e Dioscórides, que acreditavam no poder da planta para curar infecções.

No século XVI, a planta foi espalhada por diversas regiões do mundo. Nesta época, a planta ganhou o título de Omnimorbia, que remete a um remédio capaz de curar todas as doenças. Esta nomenclatura foi atribuída à Malva pois acreditava-se que seu efeito laxativo teria a capacidade de limpar o organismo e eliminar assim todas as enfermidades.

Malva – Propriedades Medicinais

Malva

Malva

Séculos depois, a medicina tradicional revelou que a Malva não possuía tantos poderes de cura assim. Mas não se engane: Essa adorável planta pode ser uma verdadeira salva vidas em algumas situações. Isto porque a Malva possui como propriedade:

  • Ser adstringente
  • Diurética
  • Emoliente
  • Expectorante
  • Laxante
  • Imuno estimulante
  • Anti inflamatória
  • Hipoglicemiante

Malva – Principais Indicações e Benefícios

A Malva é um ótimo exemplo de planta que faz jus à sua fama de curandeira. Devido às propriedades medicinais conferidas à Malva, esta simpática planta é capaz de curar uma série de enfermidades. Confira aqui as principais mazelas que podem ser combatidas com o uso de Malva:

  • Aftas
  • Bronquites
  • Catarros
  • Faringites
  • Tosse
  • Infecções na boca
  • Garganta
  • Laringite
  • Mau hálito
  • Estomatites orais
  • Gastrites
  • Gengivites
  • Problemas respiratórios
  • Amigdalites

Malva – Como consumir corretamente?

Não há grandes relatos de efeitos adversos pelo consumo indevido de Malva. Entretanto, há alguns cuidados a serem tomados para garantir que não hajam imprevistos. Confira:

As partes da planta recomendadas para o consumo humano de forma segura são as flores e folhas frescas.

Seu uso em gargarejos, banhos e bochechos é considerado inofensivo para a saúde humana. Entretanto, o uso interno, como é o caso dos chás, deve ser realizado com o acompanhamento de um profissional qualificado.

Malva – Cuidados e Contraindicações

Naturalmente, a planta é contraindicada para toda e qualquer pessoa que possua alergia ou hipersensibilidade aos princípios ativos da Malva. O consumo da planta por esse público pode causar alergias e reações dermatológicas sérias.

Para além dessas pessoas, as contraindicações da Malva são poucas. Veja quais pessoas devem se manter longe da planta:

  • Gestantes
  • Lactantes
  • Crianças com menos de 6 anos

Vale lembrar que essas pessoas devem evitar o uso da planta de forma medicinal, para tratamento de problemas de saúde.

De toda forma, o mais indicado é buscar atendimento com um médico antes de iniciar o tratamento com qualquer substância, mesmo as ervas naturais. Esse cuidado é especialmente necessário entre aqueles que fazem uso de algum medicamento, uma vez que a Malva e qualquer outra planta pode interagir com os medicamentos.

Gostou deste conteúdo? Deixe um comentário e marque seus amigos e familiares. Compartilhe com todos essa informação!

Fonte – https://natural.enternauta.com.br/plantas-medicinais/malva-propriedades-medicinais/

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.