Bom Jardim Notícias.com

João da Costa deve fazer mais mudanças no secretariado

O ingresso do suplente de deputado Sebastião Rufino (PSB) na Secretaria de Habitação do Recife não deve ser a única novidade na equipe do prefeito João da Costa (PT), nos próximos dias. A modernização administrativa que o petista anunciará, na semana que vem,  trará novidades que exigirão uma postura diferente de determinados pontos do secretariado do Executivo, e, em um ou outro caso específico, poderá implicar também na mudança de nomes. Entre as pastas que podem trocar de comando está a de Meio Ambiente, dirigida por Roberto Arrais. Na primeira reforma administrativa que empreendeu, há quatro meses, o prefeito discutiu com o  PV a possibilidade de o partido indicar um nome para o posto.

Porém, as conversas, na época, não avançaram. Nos primeiros contatos que fez com o PV, o prefeito João da Costa teria convidado o vereador Augusto Carreras para assumir a secretaria. Todavia, o verde – por comandar a primeira-secretaria da Câmara do Recife – preferiu permanecer no parlamento. Na ocasião, Carreras defendeu que o melhor para a pasta seria um no­me vindo da academia, mas a sugestão não encontrou eco no Executivo.

Hoje, o prefeito João da Costa ainda não teria decidido quem poderia substituir Roberto Arrais, na Secretaria de Meio Ambiente. Corre, nos bastidores, que o petista não quer fazer alarde, nem criar qualquer tipo de tensionamento em sua equipe, devido às possibildiades de mudança. Porém, ele não descartará fazer as trocas necessárias para a modernização de seu Governo.

Roberto Arrais já foi realocado dentro da gestão. No início do Governo, o auxiliar comandava a pasta de Relações Intitucionais da PCR, mas os problemas de relacionamento do Executivo com alguns vereadores da base aliada contribuiram para a sua saída da pasta. Arrais goza de prestígio pessoal com João da Costa, contudo parece não preencher os requisitos exigidos para empreender as ações para o meio-ambiente que gestor projeta para o município.

Outras pastas deverão sofrer alterações na estruturação de algumas de suas atividades. A modernização administrativa deverá ampliar a celeridade das ações desenvolvidas pela Prefeitura, e os gestores de cada pasta deverão acompanhar o ritmo proposto pelo projeto. Ela atende ao desejo do prefeito João da Costa de acelerar a obtenção de resultados do seu Governo. Ponto considerado crucial para o momento que o petista vive, no que diz respeito à necessidade de se viabilizar para a disputa à reeleição, no próximo ano.

 

Folha de Pernambuco

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta