Bom Jardim Notícias.com

Consumo de Álcool pode ter relação com a genética

Consumo de Álcool pode ter relação com a genética

Pesquisa internacional identificou um gene que pode ter um papel importante no consumo de álcool. Foram analisados o DNA de mais de 26 mil voluntários e comparados com 21 mil pessoas.

Através de testes científicos e questionários sobre os hábitos de consumo, os pesquisadores perceberam que uma variação genética pode ter relação com o consumo de bebidas alcoólicas.

Apesar de indícios mostrarem isso, e pesquisas anteriores comprovarem que fatores fisiológicos conduziam ao vício em álcool, este é o primeiro grande estudo que pode mudar a relação de tratamento do alcoolismo.

“Claro que há muitos fatores que afetam quanto de álcool uma pessoa bebe, mas sabemos que os genes têm um papel importante. A diferença promovida por esse novo gene identificada é pequena, mas, ao descobrir o seu papel, abrimos uma nova área na pesquisa sobre os mecanismos biológicos que controlam a ingestão de bebidas alcoólicas”, disse Paul Elliott, da Escola de Saúde Pública do Imperial College London, um dos coordenadores da pesquisa.

“Uma vez que as pessoas bebem por motivos muito diferentes, entender o comportamento especificamente influenciado pelo gene identificado ajuda a compreender melhor as bases biológicas desses motivos. Esse é um passo importante em busca do desenvolvimento de prevenções e tratamentos individuais para o abuso de álcool e para o alcoolismo”, disse Gunter Schumann, do Instituto de Psiquiatria do King’s College London, primeiro autor do artigo.

Adaptado: Agência Fapesp

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta