Bom Jardim Notícias.com

Veja dicas de como tirar o vício dos filhos de chupar dedo ou chupeta

Veja dicas de como tirar o vício dos filhos de chupar dedo ou chupeta

Hábito pode causar deformações nos dentes da criança e, quanto mais cedo, mais fácil de corrigir os prejuízos; pais não devem forçar nada: a criança deve dar sinais de que está preparada para abandonar o vício

A sucção é um instinto natural do bebê. Essa prática acalma e conforta a criança, por isso é absolutamente normal que, nos primeiros anos de vida, eles chupem dedo, chupeta ou mamadeira. Apesar de necessário, esse hábito pode causar deformações nos dentes da criança. A dúvida de muitos pais é: quando e como fazê-lo deixar o vício?

De acordo com a dentista Ivana Severo (fotos 2 e 3), quanto mais cedo tirar a chupeta da criança, melhor. “O ideal é remover esse hábito até os três anos de idade, porque aí fica mais fácil para a criança e não causa tantos prejuízos. Não tem uma receita, tem que avaliar a criança”, explica.

E porque eles gostam tanto da tal chupeta? A especialista explica que crianças nessa idade têm hábitos orais, além da sensação de prazer que o objeto proporciona: “O que ela gosta é a ‘cosquinha’ que a chupeta faz no céu da boca”.

Segundo ela, os pais não devem forçar nada. A criança precisa dar sinais de que está pronta para abandonar o vício. “Ensiná-la a dormir sem a chupeta, estabelecer um trabalho interno, falar para todo o universo social dela, professoras, coleguinhas, que ela vai doar a chupeta para um personagem, que ela vai escolher”, orienta.

Com o dedo, o processo é um pouco mais complicado. “Tem que esperar mais um pouco, ela tem que ter vontade de deixar. Não adianta colocar esmalte de pimenta. Com o tempo, ela vai sentir vergonha dos coleguinhas e vai surgir a vontade de abandonar”, diz Ivana. Ela lembra que os pais não devem tentar resolver os dois problemas de uma vez só: “Primeiro tirar a chupeta, depois o dedo”.

Fonte: Globo

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta