Bom Jardim Notícias.com

A melhor proteína para cada objetivo

A melhor proteína para cada objetivo

O consumo diário de proteína é fundamental para o bom funcionamento do organismo e para a boa saúde muscular. Este macronutriente deve marcar presença nas mais variadas refeições do dia, mas importa saber qual o tipo de proteína mais adequado e qual aquele que deve ser evitado.

A carne vermelha, por exemplo, é o tipo de proteína que deve ser consumido com maior moderação, uma vez que está diretamente relacionada com as doenças de coração, com o ganho de peso e ainda com o maior risco de câncer.

No que diz respeito ao tipo de proteína a comer diariamente, a escolha deve assentar, sobretudo, nos objetivos e necessidades de cada pessoa, sendo os camarões, a título de exemplo, a opção mais certeira para quem pretende bons níveis proteicos e poucas calorias. Cerca de 100 gramas de camarões cozinhados oferece 22 gramas de proteína e apenas 1,5 gramas de gordura, diz a revista “Women’s Health” no seu site.

Quem pretende um reforço nutricional na sua dieta deve optar pelo salmão, um peixe gordo que oferece cerca de 19 gramas de proteína por dose e ainda um vasto leque de nutrientes, sendo os ácidos gordos ómega 3 os protagonistas.

O tofu é a opção mais indicada para os vegetarianos, mas há que incluir ainda o tempeh, uma alternativa à carne que oferece perto de 20 gramas de proteína por cada 100 gramas de alimento.

Aliar a boa proteína a uma dieta econômica é possível com o consumo de lentilhas, uma leguminosa que tem 18 gramas de proteína por cada xícara de alimento. E a melhor parte? Tem menos de um grama de gordura por dose. O atum é a fonte de proteína mais prática.

Apesar de ser associada aos atletas e à construção de massa muscular, a proteína é ainda uma aliada na perda de peso, sendo o iogurte a opção mais indicada para quem luta contra os quilos a mais. Em causa, explica um estudo publicado na revista científica “Journal of Nutrition”, está a existência de probióticos na composição deste alimento lácteo.

Segundo o dietista Alex Caspero, a medalha de outro no que diz respeito às melhores fontes de proteína vai para o peito de frango assado sem pele (31 gramas de proteína por cada 100 gramas de alimento), já a medalha de prata vai para o peru assado sem pele (29 gramas de proteína).

Importa salientar que estas recomendações são apenas gerais, sendo importante procurar a ajuda de um especialista na área da nutrição para saber qual a melhor fonte de proteína para cada pessoa.

https://www.noticiasaominuto.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta