Bom Jardim Notícias.com

chá de alecrim

chá de alecrim

alecrim é uma erva medicinalque possui muitas propriedades vinculadas ao processo de tratamento e cura de algumas doenças. A forma mais usual de inseri-la nos tratamento é através do preparo do chá.

O alecrim é um arbusto que cresce, preferencialmente, em solos calcários. Possui um aroma característico e é sempre verde, com folhas pequenas e finas. Seu cultivo é bastante fácil, já que não exige cuidados especiais.

A planta pode ser usada também para fins culinários, sendo bastante apreciada no preparo de carnes. Outra utilização vem por parte da indústria cosmética, entrando como ingrediente principal na confecção de perfumes, sabonetes, entre outros.

 O nome científico do alecrim é Rosmarinhos officinalis. A erva pode ser encontrada com facilidade tanto na forma fresca quanto seca, seja em supermercados, lojas de produtos naturais e até em feiras livres.

Como preparar o chá de alecrim

O uso do chá de alecrim é histórico, tendo sido usado pelos gregos, romanos, hebreus e egípcios

Esse chá é chamado de omeprazol natural por ser digestivo e ajudar no tratamento das gastrites (Foto: depositphotos)

Ingredientes

  • 500 ml de água filtrada;
  • 1 xícara de folhas secas de alecrim.

Modo de preparo

Para preparar o chá de alecrim você vai precisar de uma panela com tampa. Com ajuda desse utensílio, coloque a água para ferver. Assim que começar a borbulhar, desligue o fogo e acrescente todo o alecrim.

Deixe a mistura descansar por 15 minutos. Não esqueça de conservar a panela tampada, isso vai ajudar no processo de infusão da erva. Passado esse tempo, use uma peneira para remover todo o alecrim utilizado no preparo do chá.

Vale lembrar que não é indicado adoçar a bebida, já que ela pode perder algumas das suas propriedades medicinais. Quanto a ingestão, o indicado é que ela não ultrapasse três xícaras por dia.

Propriedades do chá de alecrim

O chá de alecrim é um poderoso digestivo, que atua nos sintomas da má digestão

Esse chá é indicado para tratar casos de estresse físico e mental (Foto: depositphotos)

Depois de conhecer como faz para preparar o chá de alecrim, agora chegou a hora de desvendar todos os segredos da erva no que diz respeito a utilização nos tratamentos alternativos. Por isso, preste bem atenção!

“O chá do alecrim tem várias finalidades, tratar o colesterol, as dores de dentes ou enxaquecas, as doenças de coração ou mesmo os casos de celulite. Indicado para stress físico e mental, depressão, gota, reumatismo e facilita a digestão”, adianta a nutricionista Anita Viecelli Konrath.

Trata a indigestão

O uso do chá de alecrim é bem antigo. Registros históricos indicam que a bebida era usada pelos gregos, romanos, hebreus e egípcios para resolver problemas ligados a circulação sanguínea e a má digestão.

O chá de alecrim é um poderoso digestivo, que atua nos sintomas da má digestão. Devido a ação carminativa da erva, ela também acaba com os gases intestinais.

Nesse sentido, o chá de alecrim possui propriedades antibactericidas, antioxidante, digestiva e circulatória. Ele possui também minerais como o potássio, cálcio, sódio, magnésio e fósforo, além de vitaminas.

“Dentre os efeitos benéficos do alecrim, destacam-se as atividades anti-inflamatória e antioxidante, sendo o rosmanol e outros ácidos fenólicos responsáveis por aumentar a atividade da enzima superóxido dismutase (SOD) e glutationa reduzida (GSH) e diminuir a concentração de malondialdeído (MDA)”, pontua a nutricionista Geovana Ebaid.

Previne doenças respiratórias

Por ter propriedades expectorantes, o chá de alecrim pode ser usado no tratamento e prevenção de doenças respiratórias, o que inclui tambémtosses, gripes, resfriados e até crises de asma.

Regula a pressão arterial

Por ser considerada uma erva que estimula a circulação sanguínea, o alecrim ajuda a regular a pressão dos pacientes que sofrem de hipertensão.

Propriedades relaxantes

A planta possui propriedades relaxantes, sendo indicada também entre as pessoas que sofrem com estresse, ansiedade e para relaxar de forma geral.

“O alecrim é considerado a erva da alegria. Seus óleos essenciais favorecem a produção de neurotransmissores responsáveis pelo bem-estar. Além disso, é chamado de omeprazol natural por ser digestivo e ajudar no tratamento das gastrites”, diz a nutricionista Carol Morais.

Alivia dores

Pessoas que sofrem com dores de cabeça e até mesmo enxaqueca podem fazer uso do chá de alecrim para acabar de vez com essas dores. Falando em dores incômodas, a bebida também pode ser usada para aliviar dores reumáticas e no tratamento de entorses e contusões.

Aumenta a capacidade da memória

A presença do ácido carnósico, que tem propriedades neuro-protetoras, ajuda na redução de tóxicos que poluem o cérebro. Sendo assim, o alecrim aumenta a capacidade da memória e pode prevenir doença de Alzheimer.

“Em doenças neurológicas, como no Alzheimer, o ácido rosmarínico pode inibir as enzimas acetilcolinesterases, impedindo que elas degradem a acetilcolina, aumentando então a concentração deste neurotransmissor na fenda sináptica”, explica Geovana Ebaid.

Amigo da saúde feminina

Atenção mulheres! O chá de alecrim também pode ser usado como forma de facilitar e estimular a menstruação. Ah! Ele também pode acabar com o incômodo causado pelas cólicas menstruais.

Esse chá pode ser usado em prol da redução das medidas corpóreas

Os ramos do alecrim possuem folhas sempre verdes, finas e alongadas (Foto: depositphotos)

Favorece o emagrecimento

Por combater problemas de retenção de líquidos e ansiedade, quando usado em consonância com uma alimentação balanceada e a prática de atividades físicas, o chá de alecrim pode ajudar na eliminação de peso extra.

Saúde bucal e da pele

Para finalizar, o alecrim combate problemas ligados a saúde bucal, como mau hálito, aftas, estomatites e gengivites, além de fortificar o couro cabeludo, combater a caspa e ajudar na saúde da pele.

Contraindicações e advertências

Mesmo se tratando de um ingrediente natural, é preciso que se tome alguns cuidados na inclusão do chá de alecrim na sua rotina. Para começar, seu uso não é aconselhado para mulheres grávidas ou que estão em período de amamentação.

Pessoas alérgicas ou com hipersensibilidade ao alecrim, ou menores de seis anos não devem consumir a bebida. O consumo também é contraindicado para pessoas com gastroenterites e histórico de convulsões.

Quando usado em doses muito altas pode desencadear nefrite e distúrbios gastrointestinais. Por isso, é sempre indicado que o seu uso seja feito sob supervisão médica.

https://www.chabeneficios.com.br

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.