Bom Jardim Notícias.com

Freira processada por Katy Perry morre no tribunal

Freira processada por Katy Perry morre no tribunal

Catherine Rose Holzman, freira de 89 anos que era processada por Katy Perry, morreu nessa sexta-feira (9) justamente dentro do tribunal de Los Angeles, durante um pedido de anulação da briga judicial. De acordo com informações do canal FOX 11, ela teria caído, inesperadamente. Antes, ela havia pronunciado suas últimas palavras: “Katy Perry: por favor, pare. Isso não está fazendo bem a ninguém”.

Katy Perry vs As Freiras

A batalha judicial se iniciou por causa dos direitos de venda de um convento que fica no bairro de Los Feliz, em Los Angeles. A cantora comprou o imóvel, mas as freiras venderam o local, mesmo sem a autorização da arquidiocese, para uma empresária que pagou mais.

Elas compraram a propriedade em 1971, mas acabaram sendo despejadas em 2011 pela Arquidiocese de Los Angeles. Quatro anos depois, a instituição resolveu vender o convento para a cantora por US$ 14,5 milhões. Elas, por sua vez, venderam o local por US$ 15,5 milhões para uma empresária que iria transformá-lo em um hotel.

 Afirmando que a empresária havia manipulado as freiras e que elas não teriam o direito de vender o imóvel, Katy Perry moveu um processo, ao lado da Arquidiocese. Em dezembro de 2017, a Justiça deu causa ganha para a cantora, e ainda determinou que ela recebesse US$ 5 milhões por danos morais.

Na época, Katy Perry chegou a negociar a venda com as freiras, que desistiram da venda, dizendo que não gostaram do conteúdo de algumas músicas da cantora. Logo depois, elas fecharam a venda com a empresária que ofereceu um valor maior que Katy.

“Eu encontrei seus vídeos e não fiquei feliz com eles”, disse Rita Callanan (uma das freiras) ao Los Angeles Times, na época.

http://blogs.ne10.uol.com.br/social1

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.