Bom Jardim Notícias.com

Aprenda a limpar e cuidar da remela nos olhos do cachorro

Aprenda a limpar e cuidar da remela nos olhos do cachorro

Para garantir que o pet não desenvolva nenhuma doença ocular, é importante limpar regularmente os olhos e retirar as remelas

Os olhos merecem atenção e cuidados como qualquer outra parte do corpo do seu cachorrinho. Por isso, para garantir que o pet não desenvolva nenhuma doença ocular, é importante higienizar e limpar regularmente esta região. Dentre as secreções que precisam de limpeza temos a remela, tão comum entre os cães.

remela é uma secreção da mucosa que se solidifica ao redor dos olhos. Popularmente falando, é a famosa sujeirinha que aparece pela manhã. Os cachorro também a produzem por diversos motivos. Os donos devem ficar atentos quando a remela aparece e tentar entender porque ela está ali, evitando assim problemas futuros. Pensando nisso, conheça os tipos de secreções, o que cada uma significa e saiba como limpá-las.

Remela também precisa de cuidados para não se tornar um problema maior
reprodução shutterstock

Remela também precisa de cuidados para não se tornar um problema maior

Remela normal

Esse tipo de secreção não indica problema de saúde. Ela aparece normalmente nos olhos do cão, assim como nos nossos após horas dormindo. Seu aspecto é branco e duro, localizada fora do olho. Para limpá-la, basta usar uma gaze seca e passar na região. Caso esteja dura, umedeça a gaze com água morna ou com uma solução fisiológica especial para cães de forma que amoleça a remela. Realize esta tarefa de forma suave e calma. É possível que o processo precise ser repetido mais de uma vez para limpar completamente a região. Lembre-se de não usar a mesma gaze nos dois olhos para evitar a transmissão de possíveis infecções.

Remela dentro do olho

Este tipo também não representa doença, mas se difere da anterior por estar numa região delicada. Neste caso, a remela ainda não desceu para a pálpebra inferior e está na borda do olho. A limpeza deve ser feita do mesmo modo que foi indicado anteriormente: com gaze seca ou úmida. Porém, o cuidado deve ser redobrado, pois existe a chance de machucar o cachorro.

Se forem rapidamente diagnosticada, a infecção ocular tem cura
reprodução shutterstock

Se forem rapidamente diagnosticada, a infecção ocular tem cura

Remelas verdes e duras

Se a remela estiver verde, mais consistente e dura, assim como os olhos vermelhos e irritados, fique atento pois pode ser sinal de infecção ou conjuntivite. Não tente limpar ou medicar o animal em casa. A melhor solução é levá-lo ao veterinário que saberá lidar corretamente com o problema.

Sempre fique atento a qualquer tipo de irritação nos olhos, afinal pode indicar doenças mais graves, como glaucoma. Observe se o cachorro coça com frequência a região ocular, produz remela em excesso ou está deprimido. Informe a situação para um profissional, evitando assim problemas futuros.

Raças que precisam de maior atenção

Cães com os olhos saltados ou dobras e rugas no focinho precisam de maior atenção na limpeza. No caso das raças com a região ocular proeminente, a chance de entrar sujeirinha onde não deve é maior. A produção de remela é maior nestes cães, pois é uma forma de proteger os olhos. Em relação aos pets com dobras e rugas, é bem comum as lágrimas e remelas se infiltrarem nestes espaços. Esta umidade acumulada ali é propícia para a proliferação de bactérias.

Em geral, a remela não é um problema mas precisa de atenção
reprodução shutterstock

Em geral, a remela não é um problema mas precisa de atenção

Cachorros com estas características precisam de maior atenção na hora da limpeza. Passe a gaze com mais cuidado, higienizando bem cada parte. Talvez seja preciso limpar mais de uma vez ao dia, basta observar o animal e ver se existe esta necessidade.

Frequência de limpeza

Em situações de remela normal e cães sem dobras ou olhos saltados, a frequência de limpeza é duas vezes na semana. Caso o pet tenha alguma doença ocular ou esteja em tratamento, o veterinário irá determinar a quantidade de vezes. É muito importante acostumar o animal desde filhote com este tipo de limpeza. Desta forma ele não ficará nervoso e nem resistirá.

Fonte: Canal do Pet – iG @ http://canaldopet.ig.com.br/cuidados/2018-01-30/remela-como-cuidar.html

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.