Bom Jardim Notícias.com

O MELHOR HORÁRIO DO DIA PARA VOCÊ TOMAR SEUS SUPLEMENTOS DE VITAMINAS E MINERAIS

O MELHOR HORÁRIO DO DIA PARA VOCÊ TOMAR SEUS SUPLEMENTOS DE VITAMINAS E MINERAIS

Todos nós sabemos que para conquistar um corpo saudável por dentro e por fora é fundamental manter uma alimentação equilibrada.

Muitas pessoas conseguem absorver, por meio dos alimentos, todos os nutrientes (vitaminas e minerais) necessários para o bom funcionamento do organismo.

Mas muitas outras precisam recorrer à suplementação

Mas, veja, não basta apenas tomar um comprimidinho, aleatoriamente, para se manter bem.

Estudos recentes mostram que tão importante quanto a composição do  suplemento é o horário em que ele é ingerido.

Estabelecer uma rotina de horário é fundamental para que você obtenha o máximo de seus suplementos.

Atenção: antes de considerar tomar suplementos, é sempre bom verificar com seu médico se eles não interagem com nenhum medicamento ou doença existente.

Normalmente, os frascos de suplementos indicam a melhor forma de ingeri-los.

Veja alguns exemplos:

“Com alimentos” – pode indicar que a suplementação com o estômago vazio pode causar uma indisposição gástrica ou que o conteúdo do suplemento é melhor absorvido com alimentos (por exemplo, gorduras).

“Sem comida / com o estômago vazio” – 30 minutos antes de uma refeição ou duas horas depois de uma refeição.

Isso pode sugerir que o conteúdo do suplemento pode interagir com alimentos ou enzimas ou não é bem absorvido com alimentos.

“Com água” – geralmente significa que pode ser tomado com ou sem comida.

Agora vamos aos tipos de suplementos:

As vitaminas não podem ser produzidas pelo corpo e devem vir da suplementação, se não forem alcançadas pela dieta, já que elas regulam a química e as funções do corpo.

Elas podem ser divididas em dois grupos: solúvel em gordura (lipossolúveis) e solúvel em água (hidrossolúveis).

São elas:

Vitaminas lipossolúveis (hidrofóbicas): vitamina A, vitamina D, vitamina E, vitamina K

As vitaminas lipossolúveis dissolvem-se em gordura antes de entrar na corrente sanguínea para realizar suas funções individuais.

Quantidades em excesso são armazenadas nas células adiposas e no fígado.

Por isso, elas são melhor absorvidas quando tomados com uma refeição que contém gordura, como nozes, sementes, abacate ou azeite de oliva.

São primeiro digeridas pelas enzimas pancreáticas e depois absorvidas no intestino delgado.

Se a absorção de gordura é inibida, a absorção de vitaminas lipossolúveis pode ser igualmente impedida e, portanto, a deficiência pode ocorrer.

A má absorção pode ser indicada nas fezes (esteatorreia), que ficam volumosas, com mau cheiro, parecem oleosam e flutuam por mais de 40 minutos.

Como as vitaminas lipossolúveis podem permanecer por mais tempo e não se esgotam no processo de preparação de alimentos, a ingestão de uma dieta bem balanceada não necessariamente causa um efeito tóxico.

No entanto a suplementação com doses extras pode ser perigosa.

Vitaminas solúveis em água (hidrossolúveis)

As vitaminas solúveis em água, como as vitaminas C e B, são dissolvidas em água quando ingeridas e devem ser tomadas diariamente.

Quando o corpo absorve todas as vitaminas necessárias, os rins excretam o excesso na urina.

As exceções são B12 e folato (B9), pois são as únicas vitaminas hidrossolúveis armazenadas no fígado.

O ideal é que essas vitaminas sejam tomadas com alimentos, pois podem causar náusea (mas de preferência alimentos que não contenham uma grande quantidade de gordura, pois isso pode dificultar a absorção).

Apenas a B12 pode ser bem tolerada com o estômago vazio.

Na preparação e armazenamento de alimentos, essas vitaminas podem ser eliminadas.

Certifique-se de que o produto fresco é mantido refrigerado para evitar a perda de nutrientes.

Não cozinhe demais os alimentos, pois isso pode eliminar as vitaminas.

Em forma suplementar, eles são melhor tomados com o estômago vazio, o que significa 30 minutos antes de uma refeição, pela manhã ou duas horas após uma refeição.

As vitaminas do complexo B, em particular, são boas para tomar com o estômago vazio pela manhã, pois podem proporcionar um aumento de energia natural.

Dica: experimente legumes levemente cozidos, guarde a água do cozimento e use em sopas para que esses nutrientes não sejam perdidos.

Minerais

Os minerais são diferentes das vitaminas e a suplementação também deve ser considerada em uma rotina para garantir que você os aproveite ao máximo.

Eles podem ser categorizados em macro ou microminerais.

Macro, ou minerais “a granel”, são aqueles encontrados em maiores quantidades no corpo, como cálcio, cloro, magnésio, fósforo, potássio, sódio e enxofre.

Os micro, ou minerais “traços”, são aqueles encontrados em quantidades menores no organismo como cromo, cobre, fluoreto, iodo, ferro, manganês, molibdênio, selênio e zinco.

Atenção aos minerais, eles podem competir entre si.

Por isso, distribuir seus suplementos ao longo do dia pode ser a melhor maneira de garantir que não haja interações.

Eles podem ser tomados com água quente ou fria, mas quando ingeridos com alimentos ácidos a absorção é aumentada.

Mas como saber exatamente qual o melhor horário para tomar cada um dos suplementos?

A gente ajuda você:

Ferro – O ferro é essencial para levar o oxigênio até as células e tecidos do corpo, e a carência dele pode provocar anemia e cansaço excessivo. É melhor absorvido com estômago vazio.

Vale lembrar que a absorção de ferro é otimizada quando fontes de vitamina C são ingeridas em conjunto, como caju, morango, limão, acerola, goiaba, entre outras.

Cuidado: o ferro pode tornar-se tóxico se consumido em excesso.

Além disso, o ferro é incompatível com o zinco e o cálcio e o uso desses minerais ao mesmo tempo deve ser evitado.

Vitamina C – A vitamina C possui atividade antioxidante, favorece a cicatrização de feridas, ajuda na absorção do ferro e é muito importante para o sistema imunológico. O melhor horário para sua ingestão é pela manhã e durante o dia em doses divididas.

Vitamina C e vitamina E funcionam bem juntos, pois a vitamina E reduz a vitamina C oxidada.

Ferro e vitamina C também funcionam bem juntos, pois um potencializa o efeito do outro.

A carência de vitamina C pode provocar resfriados frequentes, anemia, sensibilidade nas gengivas, varizes e problemas de cicatrização.

Vitaminas do complexo B – As doze vitaminas do complexo B aumentam a circulação e auxiliam na formação do sangue.

Ainda são responsáveis por aumentar a atividade mental e a função cerebral.

Elas  devem ser consumidas com alimentos pela manhã, pois isso melhora sua absorção.

A carência das vitaminas do complexo B pode provocar cansaço, dores de cabeça, náuseas e depressão.

Nutrientes para serem ingeridos do meio da manhã ao início da tarde:

Zinco – o zinco participa da função imune, tem ação antioxidante, ajuda na cicatrização, e é importante para a atividade de 300 enzimas no corpo humano.

Ele é incompatível com o cálcio e o ferro, por isso é melhor ingeri-lo no almoço; o cálcio consumido à noite; e o ferro, pela manhã.

Altas doses de zinco devem ser consumidas apenas por um curto período de tempo ou conforme indicado por um profissional de saúde.

Sua carência pode provocar cansaço, baixa da imunidade e demora na cicatrização de feridas.

Alimentos para serem ingeridos do meio da tarde ao início da noite:

Óleo de peixe – Melhor consumido com uma refeição que contenha gordura para ajudar na absorção.

Vitamina D – a vitamina D tem função importante no metabolismo do cálcio, na formação óssea e ainda fortalece o sistema imunológico.

Estudos recentes relacionam a deficiência de vitamina D com várias doenças autoimunes, como diabetes melito insulino-dependente, lúpus eritematoso sistêmico, esclerose múltipla, artrite reumatoide e doença inflamatória intestinal.

A vitamina D pode dificultar a produção de melatonina, por isso não deve ser tomada antes de dormir.

Vitamina K – a vitamina K é essencial para a formação dos ossos e o processo de coagulação.

Pode ser tomada a qualquer momento do dia.

No entanto, acredita-se que a vitamina K é melhor aproveitada se tomada com cálcio e vitamina D.

A falta de vitamina K no organismo pode provocar problemas na cicatrização de feridas.

Alimentos para serem ingeridos antes de dormir:

Probióticos – Alguns probióticos são melhor tomados com água durante a noite e longe dos alimentos, para evitar interações com enzimas, ácido estomacal e sais biliares.

Podem ser ingeridos também 30 minutos antes de uma refeição.

Magnésio – muitas pessoas tomam magnésio à noite para iniciar o sono, já que ele tem atividade relaxante.

Pode ser tomado com ou sem alimentos.

Cálcio –  cálcio é um nutriente essencial para os ossos, contração muscular, coagulação sanguínea e transmissão do impulso nervoso.

Muitos estudos demonstram que o seu consumo adequado pode prevenir doenças como a osteoporose, hipertensão arterial, obesidade e câncer de cólon.

Suplementos com este mineral devem ser consumidos à noite, afastados da ingestão de zinco e ferro.

tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico. 

Fonte – https://www.curapelanatureza.com.br/post/09/2018/o-melhor-horario-do-dia-para-voce-tomar-seus-suplementos-de-vitaminas-e-minerais

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.