Bom Jardim Notícias.com

Lula frente a frente com a juíza Gabriela Hardt. Petista será interrogado hoje sobre esquema de corrupção no caso do sítio em Atibaia

Lula frente a frente com a juíza Gabriela Hardt. Petista será interrogado hoje sobre esquema de corrupção no caso do sítio em Atibaia

O ex-presidente Lula será interrogado pela juíza Gabriela Hardt, em Curitiba, no âmbito do processo na Lava Jato, que investiga se ele foi beneficiado por meio de reformas realizadas por empreiteiras em um sítio em Atibaia (SP). Lula é acusado de ter recebido propina de R$ 1,02 milhão de Odebrecht, OAS e Schahin por meio de obras realizadas em dezembro de 2010. A vantagem indevida seria uma contrapartida a contratos com a Petrobras obtidos de forma fraudulenta.

Neste processo, Lula é réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O processo do sítio está na fase dos interrogatórios dos réus. O interrogatório de Lula encerra a fase de instrução da ação penal e o petista poderá ser condenado em breve em mais este processo. Lula não é mais réu primário, pois já foi condenado pelos mesmos crimes no processo do triplex do Guarujá.

Há ainda um terceiro processo contra Lula na Lava Jato, mas em fase mais adiantada que o caso do sítio em Atibaia. O petista já pode inclusive sua segunda sentença a qualquer momento. Desde o início deste mês de novembro, os autos de um processo que investiga se Lula participou de um suposto esquema de corrupção envolvendo contratos entre a Odebrecht e a Petrobras estão prontos para a conclusão. A defesa do petista chegou a entrar com um pedido para que ele fosse interrogado novamente nesta ação penal, mas o recurso foi negado pela juíza Gabriela Hardt.

Nesta ação penal, Lula é acusado pelo MPF (Ministério Público Federal) de ter recebido, como vantagem indevida pela Odebrecht, um terreno em São Paulo onde seria realizada a instalação do instituto que leva seu nome, além de um apartamento vizinho ao que ele vivia em São Bernardo do Campo (SP).

Tudo já está pronto para o interrogatório de Lula. O entorno do prédio da Justiça Federal em Curitiba terá segurança reforçada e interdições no trânsito a partir das primeiras horas desta quarta-feira (14). Lula será retirado da prisão na Sede da PF em Curitiba e escoltado até o prédio da Justiça Federal, a 5 quilômetros de onde está preso. Ao final do interrogatório, Lula volta para a cadeia.

Fonte – http://www.imprensaviva.com/2018/11/lula-frente-frente-com-juiza-gabriela.html

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.