Bom Jardim Notícias.com

Toffoli pede à PF e PGR providências contra homem que criticou STF em voo com Lewandowski

Toffoli pede à PF e PGR providências contra homem que criticou STF em voo com Lewandowski

O protesto do advogado Cristiano Caiado de Acioli, 39, que se dirigiu ao ministro do STF Ricardo Lewandowski durante o voo para Brasília para dizer que o STF é uma vergonha se tornou um dos assuntos mais comentados esta semana nas Redes Sociais.

O homem se dirigiu ao ministro do STF, enquanto o filmava, e disse: “Ministro Lewandowski, o Supremo é uma vergonha, viu? Eu tenho vergonha de ser brasileiro quando eu vejo vocês”.

O ministro do STF reagiu, perguntando se o homem queria ser preso. O advogado continuou filmando e desafiou Lewandowski: “Eu não posso me expressar? Chama a polícia federal, então”, desafiou Acioli.

O advogado foi retido no avião após o pouso e foi conduzido ao departamento da PF no aeroporto, sendo liberado em seguida.

Ao comentar o episódio, o Ministro Lewandoski afirmou que não tem nenhum problema em lidar com críticas pessoais, lembrou que já passou por outros constrangimentos em público, mas que sempre reagiu com tolerância. Entretanto, desta vez, o ministro afirmou que se sentiu no dever de reagir, por o homem se referia à Instituição do Supremo.

“Eu me senti na obrigação de defender a honra do Supremo”, afirmou o magistrado à coluna da Jornalista Monica Bergamo, da Folha.

Ainda segundo a mesma publicação, “O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Dias Toffoli, enviou ofício na noite desta quarta (5) à procuradora-geral da República, Raquel Dodge, e ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, pedindo providências sobre “ofensas dirigidas” à corte por um advogado durante um voo nesta terça (4)”.

com informações da Folha

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.