Bom Jardim Notícias.com

Síndrome do comer noturno: o que é, diagnóstico e tratamento

Síndrome do comer noturno: o que é, diagnóstico e tratamento

o que é a síndrome do comer noturno?

Com o acompanhamento do cotidiano das pessoas e sua alimentação, surgiu a Síndrome do Comer Noturno (SCN), definida como um atraso no padrão alimentar, o portador da síndrome não sente fome pela manhã e durante a noite o seu apetite aumenta. Isso acontece por causa das alterações neuroendócrinas, tais como a instabilidade na secreção dos hormônios.

alterações no comportamento alimentar

comportamento alimentar envolve diversos fatores, como aspectos metabólicos, fisiológicos e ambientais, e apresenta um padrão, afinal somos uma espécie totalmente diurna. Existe uma relação entre o ciclo do claro/escuro com os hormônios, leptina, cortisol, serotonina e citocinas (estão associados a sensação de bem-estar e auxilio na ingestão alimentar).

Atualmente a sociedade contemporânea funciona 24 horas por dia, e o tempo para realizar as refeições são menores e adaptáveis, o que causa um impacto em questões de qualidade e quantidade dos alimentos que irão ser consumidos. Adiar o momento das principais refeições devido aos horários de trabalho, é um exemplo que podemos citar como motivo dessa alteração. A mediação neuroendócrina de mudanças no comportamento alimentar levou a definição da Síndrome do Comer Noturno.

critérios para diagnosticar a snc:

É importante que o diagnóstico seja feito por um profissional da área. Os estudos demonstram que não há um consenso definido para diagnosticar a Síndrome do comer noturno, porém alguns comportamentos são padrões desse distúrbio. São eles:

  • Ausência do apetite matinal
  • Ingestão >50% de energia após as 19h
  • Despertar para comer ao menos uma vez por noite nos últimos três meses, consciente da situação
  • Consumo de lanches de alto valor energético nos despertares noturnos;
  • Ausência de critérios para bulimia nervosa ou binge eating disorder (transtorno da compulsão alimentar periódica)
  • Insônia de 4 a 5 vezes por semana
  • Humor deprimido com piora durante o período da noite
  • Desejo de comer entre o jantar e o início do sono

problemas de saúde relacionado à snc:

As pessoas que são acometidas com a Síndrome do comer noturno se preocupam com o ganho de peso e a falta de sono. A SNC acomete todas as faixas de peso, porém é encontrado principalmente em obesos e adultos no geral. Ela contribui para cáries dentárias (principalmente se o indivíduo dorme e não escova os dentes) e refluxo ácido.

Ela também está relacionada com o processo de saúde e doença, ou seja, existe uma chance maior de desenvolver sobrepeso, obesidade e diabetes tipo 2, já que quem sofre de SNC não costuma ingerir alimentos de alto valor nutricional.

causas:

Esta síndrome pode ser desencadeada por motivos de estresse, por indivíduos que buscam a redução de peso, humor negativo e ansiedade. Há também evidências de uma conexão genética, entretanto, não se conhece de fato o motivo da SNC.

tratamento

Poucos estudos abordam o tratamento, mas eles indicam algumas maneiras para abrandar os sintomas. Através de intervenção comportamental cognitiva e farmacológica, e também a fototerapia, relaxamento muscular e terapia comportamental.

Fonte – https://www.natue.com.br/natuelife/sindrome-do-comer-noturno-o-que-e-diagnostico-e-tratamento.html

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.